terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Atenção Paterna

Em um texto recebido hoje por e-mail, a mensagem dizia que muitos de nós buscamos o conforto, a segurança e o ambiente fechado de condomínios, com muros altos e cercas de proteção.

Os pais que ao adentrarem nesses condomínios tendem a sentir-se seguros por seus filhos ali estarem, longe de marginais, longe de assaltos, roubos, estupros, da violência em si.

Ledo engano, ao viver nessa comodidade, os pais costuma abandonar os filhos mais ainda, permitem que os muros façam o trabalho da segurança ao invés da presença paterna e materna e da educação contra as drogas. Esquecem-se que nem sempre as drogas nos procuram, muitas vezes nós as procuramos por não termos tido orientação suficiente sobre o mal que ela nos faz.

A presença dos pais para um filho é tão importante quanto o dinheiro que em casa adentra. Um abraço, uma palavra de carinho é mais importante que um brinquedo que acende, anda e faz barulho. O estudo do Evangelho no Lar é tão importante quanto assistir um programa de auditório na TV.

Valorizemos mais a companhia, a conversa, a convivência da família do que costumamos valorizar os bens materiais. Este é um apelo para que despertemos antes que o mal das drogas adentrem o nosso lar.

Quem ama verdadeiramente, cuida...

Nenhum comentário:

Postar um comentário