terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Álcool, a Droga Disfarçada



O homem tem consciência de que o álcool é uma droga, tem como prova disso experimentos científicos que acusam efeitos devastadores da ingestão deste líquido.

Ao homem que bebe pode ocorrer a alteração de humor, de comportamento, de equilíbrio emocional, doenças nos órgãos internos, perda de equilíbrio e reflexo e danos indiretos aos que estão ao seu redor.


A ressaca é, senão o maior, um dos maiores alertas de que a bebida é prejudicial ao corpo. O sangue perde água e dá lugar ao álcool, a ressaca é justamente ocasionada por isso e representa a desidratação. Se ao ficarmos muito tempo no sol nos preocupamos em ingerir água para repor o que perdemos, então porque conscientemente bebemos alcool e nos desidratamos?

Ao motorista os danos são piores e muitas vezes irreversíveis. O ganho de coragem, a falsa coragem, leva muitos a correr com o veículo, ultrapassar onde não deveria, acreditar que é capaz quando na verdade não dá para fazer essa manobra. Quando não é o motorista quem paga pelo seu erro, é o carona ou então o pedestre. Pessoas que podem nem ter bebido, mas que sofrem porque você bebeu.

Se o álcool então não faz mal somente a quem o ingere, mas também as pessoas ao seu redor, só por isso ele já é um grande erro, lembrando de Jesus que dizia: não fazeis ao teu próximo aquilo que não quereis que ele te faça, pois bem, gostarias tu de ser atropelado? Gostarias de ser incomodado por um bêbado? Gostarias de ver a pessoa que você ama sofrendo porque você perdeu o controle emocional e gerou uma briga na festa e deu vexame?

Aos que dizem: eu sei beber, vos digo, nem um gole é aprovado por Deus, pois tudo o que arruina o corpo e a mente, vai contra o que Jesus ensinou. Sendo o corpo um presente divino, porque então estamos destruindo aquilo que Deus nos concedeu?

O álcool precisa urgentemente de uma campanha mais rigorosa que a do cigarro, pois somente pela conscientização é que conseguiremos afastar esse mal.

Em nada difere o usuário de craque, maconha, cocaína do de álcool ou cigarro, pois seja rápido ou lento o efeito, ambos fazem um estrago em nós.

No carnaval é com grande tristeza que vemos na orgia o consumo deliberado de drogas. É um dos períodos mais tristes do ano, pois se muitos comemoram e dançam, muitos sofrem com as perdas de seus entes queridos pelos excessos.

O grande assunto da semana tem sido o estupro em um reality show famoso, onde a mulher que foi estuprada estava inconsciente, tudo porque? Ingeriu álcool em excesso. Será que o ãlcool fez bem a ela?

Antes de beber, antes de se drogar, olhe ao seu redor, olhe para os que te amam e pense se realmente os quer ver sofrendo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário