sábado, 14 de janeiro de 2012

A Causa das Aflições



Em nossas aflições temos por causa quase sempre ações nossas anteriores ao sofrimento, se olharmos e prestarmos atenção veremos que somos em geral os causadores e muitas vezes os mantenedores do sofrimento, por não perdoar, por não aceitar, por se rebelar, por entrar no vício, etc...

No entanto, esse sofrimento pode ter sua causa inexplicável nessa vida. Há muitos casos em que a pessoa vive na retidão que Jesus ensinou e mesmo assim sofre. Ela se pergunta: já não faço o bastante sendo bom? Porque Deus me castiga?
Por 2 motivos lhe são apresentados a expiação ou prova:

1- pelo resgate de falhas em uma ou mais encarnações anteriores, visando o aprendizado e não a punição como muitos pensam e permitindo que a lei da justiça divina seja realizada conforme a vontade de Deus.
Acaso pensais que podes matar, roubar, prejudicar e sair impune? Acaso achais que se nessa vida o homem não te condenar então ninguém o fará? Ledo engano vosso, pois que a justiça divina vem em momento apropriado para vosso aprendizado e trará a provação ou a expiação necessária nesta ou noutra vida.

2-pela necessidade de testar e elevar a vossa própria fé. Pensemos que aquele que vive no caminho do Cristo, que não prejudica seu irmão e procura fazer o bem está livre do mal, de certa forma sim, mas o faz e se acomoda. É nesse momento que por meio de provações Deus pode e deve sempre fazer com que seus filhos despertem e percebam que não devem se acomodar, mas trabalhar para o progresso contínuo do espírito.
Acaso achais que sois merecedor de se livrar de todas as provações? Não sois, pois todos precisamos evoluir e necessitamos delas para demonstramos nossa fé e capacidade de recuperação. Enquanto vivermos na Terra, estaremos suscetíveis a tais provas e portanto, por mais reto que seja o caminho, elas não se extinguirão, mas sim serão mais leves.

Antes de atribuir qualquer sofrimento a uma vida anterior, olhai para traz e veja se não foi você ou uma atitude vossa que veio a causar tal sofrimento. Confie em Deus com fé e resignação, pois de nada adianta reclamar de uma prova, ela não terminará por que reclamas, mas terminará quando aprenderes a superá-la.

Nenhum comentário:

Postar um comentário