terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Problemas Pessoais


A fé viva não é patrimônio transferível.
É conquista pessoal.
A felicidade legítima não é mercadoria que se empresta.
É realização íntima.
A graça do Céu não desce a esmo.
Tem que ser merecida.
A melhor caridade não é a que se faz por substitutos.
Cabe-nos executá-la por nós mesmos.
A fortaleza moral não é produto de rogos alheios.
Provém do nosso esforço na resistência para o bem.
A esperança fiel não se nos fixa no coração
 através de simples contágio.
É fruto de compreensão mais alta.
O verdadeiro amor não nasce das sombras do desejo.
É fonte cristalina e inexaurível do espírito eterno.
O conhecimento real não é construção de alguns dias.
É obra do tempo.
O paraíso jamais será adquirido pela sagacidade da compra.
É atingível pela nossa boa-vontade em fugir ao purgatório ou ao inferno da própria consciência.
A proteção da Esfera Superior é inegável para todos nós que ainda nos movimentamos na sombra.
Ai de nós, todavia, se não procurarmos as bênçãos da luz!...
ANDRÉ LUIZ
(Agenda Cristã, 43, FCXavier, FEB)

Nenhum comentário:

Postar um comentário