quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Confie e Arrisque

Arrisque-se, o sucesso é para os atrevidos! Esta foi a frase que li ontem e que me chamou muito a atenção. Concordo com a frase e vou mais além, confie e arrisque, isso mesmo, confie em Deus e faça aquilo que você acredita ser o melhor para todos, não pense só em você, mas pense em todos. Comumente vemos pessoas bem sucedidas na vida, pessoas que não tiveram medo e arriscaram, pessoas que investiram tempo e esforços em coisas que para muitos geraria medo e dúvida. O fator principal de uma mudança radical em nossa forma de viver, pensar e agir é sempre buscar nos ensinamentos de Jesus a comprovação de que o caminho é correto. Quando disse para pensar não só em você mas também nos outros é justamente para afastar de ti o aguçado desejo do dinheiro para si, da forma egoísta de agir, mas de praticar a oportunidade de crescimento material e espiritual ao lado de pessoas que necessitem também desse caminho. A fé nos leva ao sucesso! Deus quer o nosso bem, nos permite progredir, mas desde que haja realmente progresso. De nada adiantaria apenas acumular bens materiais se não aprendermos nada com isso, como por exemplo a oportunidade de compartilhar. É por isso que existe o fracasso, pois aqueles exageram no uso de seus bens, assim como os ganharam poderão perder. É vital não temer, se o caminho que você escolheu não fere a lei da caridade e do amor, se você não vai passar por cima de ninguém para conquistar seus objetivos, se você não vai ser egoísta em seu propósito de crescimento, confie em Deus e siga em frente, Ele tudo proverá para o teu sucesso. Lembra-te que de que em um mundo tão competitivo como o que vivemos, precisamos ter um diferencial para nos destacarmos no mercado de trabalho e para conseguir esse diferencial somente o faremos nos arriscando. Se atirando em uma nova proposta de trabalho que ninguém exerce ou que poucos oferecem em tua região. Confie em Deus e em teu potencial, tu chegarás longe!

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

As Dificuldades Familiares

Todos nós temos uma pessoa em nossa família que é sempre contrária as nossas idéias, que apresenta sempre aversão a nossa felicidade, mesmo que não demonstre isso, nós temos.

A família é um conjunto de espíritos afins, espíritos que tem algum interesse em comum, alguma característica em comum, alguma imperfeição em comum. Trazemos do passado erros a serem corrigidos, lições a serem aprendidas, oportunidades a serem aproveitadas agora.

É justamente nesta pessoa que mais lhe causa problemas ou irritações que se encontra a tua maior e melhor chance de ambos progredirem. Aprendendo a amá-la como ela é, não aceitando as ofensas e evitando revidar, orando pelo irmão que necessita compreender que o passado já foi e que agora devemos conviver em harmonia.

Usa de tua oportunidade e experiência atual para superar essa provação. Fala de Deus e de Jesus para o que não o conhece. Perdoa o mal que ele te causa e aja com amor verdadeiro dentro de teu coração. Devemos pagar o mal com o bem, não importa quão grande seja a maldade que nos fizeram. Nenhum de nós é coitadinho, todos temos uma parcela de responsabilidade em tudo que nos acontece, todos somos imperfeitos.

Amar o teu inimigo não é tratá-lo como você trata o seu melhor amigo, mas é não revidar e não maltratá-lo como ele deseja fazer contigo. As forças do mal querem sempre lhe ver sucumbir ao erro, mas Deus espera que você seja forte, pois o fardo que lhe foi dado nunca será mais pesado do que tu possas carregar.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Mensagem Sobre Evolução


Toda ampliação dos valores humanos cresce conforme a despersonalização a que te afeiçoes no culto da verdadeira fraternidade. Bens terrenos e aptidões intelectuais desenvolvem-se e progridem, desde que lhes canalizes as forças no suprimento do bem alheio.

Não te enganes.

Extensões de terra, evidência econômica, parques industriais, tanto quanto a máquina do raciocínio, o arquivo da memória e a fonte imaginativa, representam empréstimos do Senhor, a serem mobilizados a serviço de todos, sem o que sofrerás pelo danos da omissão na esfera das consequências.

Não te esqueças, pois, de que és, e serás sempre, o único construtor dos instrumentos de que disponhas na vida e na estrada do teu próprio destino, na marcha insofreável da evolução.

(André Luiz, adaptada da mensagem "Hoje e Amanhã ", livro Sol nas Almas, F. C. Xavier)

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

É Preciso Realmente Querer

Tenho visto tantas pessoas procurarem por ajuda, por respostas, mas no fundo não querem fazer o menor esforço para mudar.

Pessoas que dizem não conseguir se reerguer sozinhas de um tombo que a vida lhes deu, parecem até pedirem ajuda, mas quando a ofertamos elas impõe barreiras que soam como um NÃO QUERO FAZER ISSO!


Um dos maiores quesitos em que a humanidade sofre é no apego, comumente interpretado como um falso amor. O fim de relacionamentos é algo destruidor em nossas vidas, tal qual um furacão passa e parece bagunçar tudo.

É interessante como a pessoa que sente o apego e portanto, não sabe amar, pede ajuda para entender o que lhe aconteceu, porque seu parceiro se foi, porque a relação não deu certo, mas essa mesma pessoa não aceita o fato de que ela mesma se iludiu e não compreendeu fielmente que ninguém é de ninguém.

O primeiro passo para se levantar de um tombo é aceitar a mão que lhe é estendida como forma de receber ajuda, mas para isso é preciso ser humilde e aceitar que todos erramos, ou seja, parar de culpar o parceiro por todos os erros de sua vida e entender que cada um de nós tem a sua parcela de erro. Digo erro porque culpa soa-me estranho, sei que ela existe, mas entendo que a culpa torna-se verdadeira quando estamos cientes de nossos erros, o que não é o caso da grande maioria que ama erradamente por não saber amar.

Aceitar o próximo como ele é, com todas as suas imperfeições, estendendo-lhe a mão em auxílio para sua melhoria mas sem querer forçá-lo a mudar, não praticar o ciúmes que nos faz pensar sermos donos uns dos outros, não ultrapassar os limites do respeito e portanto dar o devido espaço para respirar que precisamos, essas são algumas das orientações para se entender como amar.

Existe um ponto importante também, ele se refere às expectativas que nós criamos sobre as outras pessoas. Quando queremos que alguém seja da mesma forma que nós, estamos moldando uma ilusão em nossas mentes. Somos todos diferentes, portanto ninguém vai se encaixar no seu perfil e você não nasceu para mudar os outros, mas sim a si mesmo. Criar expectativas além do que o próximo pode nos oferecer é pedir para se decepcionar e por fim, sofrer.

Para aprender a aceitar ajuda, primeiramente quebre o seu orgulho em pedacinhos, deixe a humildade aparecer e então ouça com atenção os bons conselhos que as pessoas que te amam lhe dão, que os espíritos de luz lhe trazem e que você pode até não concordar, mas precisa refletir sobre eles. A única forma de sermos ajudados é pedindo ajuda com sinceridade e procurando entender o ponto de vista de quem está de fora da situação.

Deus e Jesus estão sempre prontos a nos ajudar, nós é que não costumamos estar prontos para sermos ajudados.