quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Obsessão pela Comida

"Cliente sofre ataque cardíaco na ‘lanchonete do infarto’, a Heart Attack Grill" diz a matéria no site do Yahoo hoje pela manhã.


Tamanha é a ignorância do homem que abusa dos recursos que lhe são concedidos, infelizmente a consequência do abuso se torna um grande inimigo nosso.


O descontrole sobre o apetite é um dos fatores que tem chamado a atenção de muitas agências de saúde pelo mundo. O que leva o homem a comer tanto e tão mal? Porque não basta comer muito, se observarmos, deixamos de lado as frutas saborosas, as verduras ricas, os alimentos leves e chamados de funcionais em troca de hambúrgueres, frituras, salgadinhos, bolos, tortas de chocolate...



O homem pode ter vontade de comer comidas saborosas que lha atraem o paladar, mas o excesso consiste no descontrole emocional, descontrole esse criado justamente pelas brechas que abrimos aos espíritos obsessores.


Sim, um espírito pode nos obsediar a ponto de nos levar a comer e beber o que lhe agrada. É o caso da bebida alcoólica, já devem ter se perguntado porque alguns de nós não conseguem vencer o vício da bebida mesmo quando quer parar. Tudo isso se deve ao fato de que estamos cada vez mais longe de Deus e mais próximo a idolatria da matéria.


O restaurante já traz o nome sugestivo "Heart Attack Grill", ou seja, grelhado de causar infarto. Quem em sã consciência comeria num lugar desses? Só quem não tem controle sobre sua própria vontade.


Os desejos da carne são sim controlados pelo equilíbrio emocional e espiritual, isso inclui a fome. Operações para emagrecer não surtem efeito quando não se mata o mal pela raiz, ou seja, de nada adianta diminuir o estômago ou enfiar uma bexiga lá dentro se você não consegue controlar os hábitos.


O único meio de se melhorar de um problema, seja ele causado por você ou por um obsessor, é a reforma íntima, pois sem ela é como entrar numa dieta na semana e chegar no fim de semana comer mais do que conseguiria comer em 2 semanas.


Todo excesso é um abuso e um atentado contra nós mesmos. Jesus foi exemplo e nunca se ouviu falar que o mesmo passara mal de tanto comer. Controlemos esse impulso usando a reforma íntima por meio do Evangelho no Lar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário