terça-feira, 20 de março de 2012

Fale Apenas o Bem

"Quando falar, pronuncie apenas palavras que abençoe a vida de alguém; se vai repreender alguém, o faça com amor e sabedoria; proclame a sua opinião apenas quando foi solicitada; fale o necessário e somente quando tiver algo de bom a acrescentar."

O ato de falar pode salvar vidas, mas também pode arruiná-las. A língua é poderosa, já mudou destinos de reinos, de nações, já causou guerras intercontinentais, já trouxe paz a nações.

Não nos é fácil ter o controle sobre a língua, mas antes de propagarmos a palavra, devemos refletir sobre o que temos a falar.

A necessidade de nos policiarmos é justamente para não fazermos o mal quando conversamos. Evitar dizer palavrões, falar da vida alheia, fofocar, julgar e condenar.

E quem nos maltrata pela língua, também deve ser perdoado, pois este não sentiu na pele a dor de suas palavras, mas um dia sentirá, pois todo mal oferecido por nós, a nós será retornado.

A reforma íntima é a melhor forma de buscar o equilíbrio entre o pensamento e a palavra, é por meio dela que conseguimos tranquilizar e refletir antes de falar.

Quem foi criado em um ambiente hostil, tende a agir dessa forma por crer ser a correta, mas a reforma íntima aqui está para mudar essa forma errada de ver a vida. Não é porque sofremos no passado que temos o direito de julgar e ofender as pessoas que hoje sofrem o mesmo e nem porque nunca passamos por uma humilhação semelhante que seremos melhores do que os que por ela passam, mas ao contrário, temos a obrigação de evoluir e ajudá-las a superar tudo o que nós já passamos antes ou o que jamais gostaríamos de vir a sofrer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário