quinta-feira, 26 de abril de 2012

Espírito



Os Espíritos são os seres inteligentes da criação.

Dotados da capacidade de racioncinar, os espíritos são os seres que dão vida ao corpo orgânico. Estes são considerados filhos de Deus por serem sua criação, tal qual o homem chama a máquina que criou de sua filha carinhosamente.

O princípio, a criação dos espíritos, é algo ainda não revelado à nós devido à escassez de palavras para representar esse processo e à falta de necessidade do homem conhecê-lo, uma vez que não precisamos saber como fomos criados para podermos evoluir.

O fim, no entanto, nos é dito no Livro dos Espíritos como sendo inexistente, pois o espírito é eterno. Seu destino, o que haverá após alcançarmos a pureza eterna, ainda nos é um mistério, mas acredite, nada que venha do amor e da bondade plena pode ser ruim.



Deus criou-nos simples e ignorantes, estamos hoje evoluindo, adquirindo conhecimento e aprendendo a amar. Sim, muitos apresentam ainda chamas do ódio, traços do instinto animal, mas isso não significa que estes não evoluirão, basta olhar para seu íntimo e notarás que mesmo o mais ignorante dos homens ama alguém, seja sua mãe ou seu pai, seja um amigo(a) ou alguém do sexo oposto.

O amor é semente plantada no coração, quando receber um pouco de água e luz, esta semente germinará e o ignorante se desenvolverá. Cada um tem o seu tempo.

O espírito está em constante progresso, não podendo portanto regredir, pois assim quer Deus. Aquele que erra nesta vida, não o faz porque regrediu, mas o faz porque ainda tem imperfeições que achava ter controlado, mas não o fez.

Esta evolução é necessária, somente pode ser alcançada pela reforma íntima diária e pelo trabalho caridoso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário