terça-feira, 3 de abril de 2012

Não Tenho o que Partilhar



Sempre haverá aquele que dirá: não tenho como fazer a caridade, pois não tenho o que partilhar com meu próximo!

Não ter recursos financeiros não é motivo para não partilhar. Um sorriso nada custa, um abraço nada custa, um olhar carinhoso nada custa.

Ao espírito que acabou de desencarnar, tua prece é reconfortante, traz alívio e paz e o ajuda a entender o novo caminho.

À criança que foi abandonada e não pode desfrutar da vida tendo desencarnado muito cedo, também a prece de bom coração é um bálsamo para o espírito revoltado.

Ao descrente da vida, o qual se julga velho de mais para tentar mudar os maus hábitos, uma palavra de esperança e de conforto recordando-o de que todos são tratados por igual por Deus e que todos temos a mesma capacidade de superação irá lhe dar ânimo para não desistir.


Ao criminoso que se questiona: "se já roubei por tantos anos, porque devo parar agora?", mostrai que sempre há oportunidades de se fazer o que é certo e que quanto antes ele mudar, menos sofrerá pelos erros cometidos.

Se no mundo há bilhões de pessoas e você acha que Deus não consegue tomar conta de todos, lembrai de quando você sobe ao monte e teu olhar paira sobre tantos grãos de areia sob seus pés, assim é o olhar de Deus, capaz de nos ver lá do alto, capaz de nos amparar em qualquer situação, capaz de nos amar mesmo quando nós esquecemos de lhe dizer um "bom dia, meu Pai".

Nenhum comentário:

Postar um comentário