terça-feira, 5 de junho de 2012

Fartura de Bens



  "A quem muito é dado, muito será cobrado!"

  Temos vontade de ter tudo, de que haja fartura na mesa, roupas à escolher, casas, carros, amigos em grande quantidade.
  Os bens materiais são concedidos em grande quantidade à uns, mas em poucas quantidades à outros e isso se deve ao fato de que quem pouco tem, pouco terá que prestar contas do que fez com o que recebeu, mas aquele que muito tem, terá que mostrar o que de bom fez com a oportunidade recebida.
  Nem sempre o que desejamos é o melhor para nós. Você pode querer uma TV de última geração porque o seu vizinho tem, mas será que isso é o mais importante para você nesse momento?
  E se você ganhasse na loteria, o que faria com tanto dinheiro? Esbanjaria? Gastaria tudo com coisas supérfluas? Ou ajudaria pessoas que necessitam tanto quanto você um dia necessitou?
  As vezes não nos damos conta das coisas que pedimos. Junto com a riqueza, vem a responsabilidade e muitas provações. Engana-se quem acha que dinheiro é a solução para a felicidade, pois ele trará tantos questionamentos à sua consciência que poderá se tornar motivo de infelicidade.
  O egoísta, avarento, obviamente veria isso com sarcasmo, sentiria vontade de rir ao pensar em dividir, compartilhar. O humilde de coração, ficaria triste se visse uma atitude contrária às leis de amor e caridade que Jesus ensinou.
  Pensemos sempre no que temos, no que podemos fazer hoje pelo próximo e se um dia formos abençoados com mais bens do que necessitamos, pensemos no que poderemos fazer em prol dos que necessitam.

Paz e luz em seus caminhos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário