sexta-feira, 20 de julho de 2012

Comodismo


  Hoje em dia temos o auxílio da ciência e da tecnologia para exercer muitas funções e atividades em nossas vidas e por isso acabamos cometendo um erro grave, o de nos acomodarmos.
  É crescente o número de pessoas que se tornam obesas justamente por causa do comodismo, pois é mais fácil fazer um humburger de microondas em 1 minuto do que cozinhar um almoço. É mais fácil enviar um e-mail dizendo "Olá" do que ir visitar um amigo de quem sentimos saudade.
  O comodismo gera tamanha dificuldade em nossas vidas que causa até mesmo a incapacidade de trabalhar. Vemos isso no caso de pessoas que trabalham em suas próprias residências, as quais precisam policiar os seus horários, pois a TV é uma distração que pode lhe tirar do serviço, o sono é um atraso nas horas em que você deveria estar trabalhando mas preferiu ficar no aconchego da cama.
  Devemos nos recordar que existe um ditado muito valioso e verdadeiro: Deus ajuda quem cedo madruga!


  É preciso se libertar do comodismo e viver a vida, fazer parte de círculos sociais presencialmente, acordar cedo e receber os primeiros raios de sol e sentir o ar puro que lhe motiva a vivenciar um dia inteiro de trabalho que lhe trará ótimas recompensas pelo seu esforço.
  Deixemos de lado a preguiça e o comodismo para os momentos em que realmente devemos relaxar e nos apliquemos mais em nossas tarefas da vida diária. Ora, o progresso somente vem com o nosso esforço e dedicação, sem ler você não pode aprender, sem trabalhar você não pode ganhar, sem ter contato com alguém você não pode amar. Observemos o esforço de Jesus que por muitos lugares caminhou a pé e muitas casas visitou, muitas pessoas receberam seu amor, suas palavras de fé, mas ele sempre procurou fazê-lo presencialmente, ou mandava alguém fazê-lo por ele, mas não mandava cartas porque cartas não sorriem, cartas não abraçam, cartas levam apenas palavras vazias que terão muitas vezes dupla interpretação e que podem não passar a mensagem como esperado.




Nenhum comentário:

Postar um comentário