quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

As Nuvens se Aproximam

   Nuvem Negra, pesada, desce sobre a Terra; as mentes sem evangelização recebem a sua influência e, por isso, assistindo pelo vídeo e lendo nos jornais os casos que julgamos pavorosos, nem podemos imaginar que atrás de todo esse noticiário existem fatos mais tristes.
   O mundo atravessa momentos de apreensão, onde julgamos que a fome e as doenças sejam o maior problema, esquecidos de prestar atenção que os jovens estão morrendo, que em cada lar está uma criança nascendo, ou dando os primeiros passos, ou a correr e a brincar no jardim e nas calçadas, ou já frequentando o cinema e as festinhas com os grupos de amigos.
   Entretanto, preocupados estamos em comprar um carro, um apartamento ou uma casa, aumentar as contas bancárias, não querendo nos aperceber de algo que, como câncer, tememos, mas julgando sempre que a nossa família não vai ser atingida - o tóxico.
   E assim despreparados, ele consegue entrar em nossos lares, tragando as nossas crianças; quando nos damos conta, elas estão presas, já com dificuldades de serem libertadas.
   Orientação familiar - AMOR; diálogo com os pais - COMPREENSÃO é o que se faz preciso para salvar os nossos jovens dessa bomba que mata e aleija os encarnados, deforma e atrofia um espírito.
   A Espiritualidade só pode dizer a cada um encarregado da educação e da moral de uma criança e de um jovem:

PRECISAMOS AMAR E RESPEITAR A JUVENTUDE DE HOJE. NÃO ADIANTAM AMEAÇAS, REPRESSÕES, ATAQUES E CÁRCERES. O QUE OS JOVENS PRECISAM É DE EXEMPLO. É DE AMOR.


   Atualmente, uma grande parte dos adultos só se preocupa com posições sociais, como adquirir bens e gozar a vida. Enquanto muitos pais se afundam nas bebidas, nos jogos, na ociosidade, as crianças estão esquecidas, construindo um mundo onde os pais não entram.

   AINDA HÁ TEMPO.

   Só precisamos nos unir e a Doutrina Espírita, bem como outras seitas religiosas, deve orientar os pais para a evangelização dos filhos.
   Os tempos mudaram. Não podemos dar aos jovens de hoje uma orientação piegas, calcada em medo e ameaças. Devemos colocar nas mãos das crianças a verdade, dizendo a elas que o túmulo não esconde os nossos segredos, ao contrário, faz refletir em nosso perispírito tudo o que fizemos de bom e de mal. Também não podemos marginalizar os jovens, criticando-os. Eles são as maiores vítimas dos adultos, das neuroses nossas, que os atingem em demasia.

   AS NUVENS SE APROXIMAM.

   Pena é que não estão enxergando junto delas os relâmpagos divinos que tudo estão a fazer para que na Terra muitos sejam salvos.

   SER JOVEM E TER UM JOVEM JUNTO A NÓS É BENÇÃO, MAS DEIXAR O MUNDO SEM JOVEM É DOR DEMAIS PARA SUPORTAR.

Enoque
Do livro Na Esperança de Uma Nova Vida
Esp. Luiz Sérgio/Médium Irene Pacheco Machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário