domingo, 3 de fevereiro de 2013

Poema Espírito Luizinho



Se alguém te magoar,
a lei do amor repete:
perdoe se precisar,
setenta vezes sete.
Não guardes ódio e rancor
daquele que te magoa,
sê fiel a lei do amor,
esquece, ora e perdoa.
O irmão te importuna,
te aborrece?
A lei do amor é oportuna,
ora, perdoa, esquece.
O parente te ofende,
desafora, te destrata,
A lei do amor atende,
ora, perdoa, apaga.
Se queres aprender a lei do amor, guarde bem em sua mente os princípios do grande mestre de perdoar eternamente!

Pelo irmão Luizinho

2 comentários: