terça-feira, 30 de abril de 2013

Com licença, essa vaga é minha!

  Todos nós enfrentamos dificuldades ao estacionar, seja nas ruas ou em shopping centers, o fato é que há muitos carros nas cidades e há muita gente mal educada, que não respeita o trânsito, que ocupa 2 vagas ao mesmo tempo ou que não dá lugar a quem realmente deveria estar ali.

  A conscientização por um mundo melhor começa dentro do lar, continua na escola, cresce na faculdade e nas aulas da auto-escola e se expande no trabalho. A vida precisa ser apresentada para as pessoas, pois elas têm feito vista grossa para as boas maneiras e as regras de boa conduta que um povo civilizado deveria seguir.

  O vídeo abaixo é uma obra prima que reflete nossa atual situação de educação, vale a pena conferir!


segunda-feira, 29 de abril de 2013

A forma como você se vê!

  A forma como nos vemos tende sempre a ser pessimista porque nós vivemos assim, vendo somente o que há de ruim em nossas vidas. Não fomos treinados e nem educados para vermos o que há de positivo, mas sim para nos espantarmos com o que há de negativo.

  Não é a toa que o vídeo abaixo mostra um choque na reação das pessoas, pois elas se vêem muito piores do que são. Confira já o vídeo e tire as suas próprias conclusões:




Vídeo disponível no link http://www.serenaluz.com Vídeo_85

sexta-feira, 26 de abril de 2013

O verdadeiro exemplo Cristão no mundo atual


  A caridade é o ato que faz o mundo girar no sentido do amor universal e incondicional. Muitas são as formas de se fazer caridade, podemos abrir desde um sorriso, dar um abraço, falar uma palavra de consolo, até cuidar de um doente, alimentar um faminto ou adotar uma criança especial.

  Ao redor do mundo, os noticiários trazem notícias cada vez mais tristes sobre guerras, sobre roubos, sobre medo e dor, sofrimento e morte. Mas há pessoas boas neste mundo, pessoas que seguem exemplos Cristãos, pessoas que querem ver esse mundo melhor e que se esforçam para fazer a diferença.

  Cada um de nós tem seus recursos e por isso tem limitações no tipo de caridade que pode fazer, uns podem fazer a caridade material, outros poderão fazer apenas a sentimental. Mas não importa, o que importa é que temos que amar, amar muito, amar sempre, amar de verdade, amar simplesmente porque amar é maravilhoso, é bom, é fantástico, é motivador, amar é ser feliz, amar é querer ser amado também.

  Assistam ao vídeo abaixo de um dos grandes exemplos da atualidade e sintam no coração a mesma vontade que eu senti de seguir adiante fazendo a diferença para um mundo cada vez melhor:




quinta-feira, 25 de abril de 2013

Quando Deus escreveu para você uma linda carta de amor

  Uma linda carta com mensagens retiradas dos textos bíblicos, nos faz refletir sobre como Deus é todo amor e bondade e como nós temos que buscá-lo todos os dias.

  Vale muito a pena assistir este vídeo!




Vídeo disponível em Vídeo_84.

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Muitos são os motivos para Lhe agradecer!


  Você já agradeceu a Deus hoje pela cama quentinha na qual dormiu? Pelo café da manhã que tomou? Pelo trabalho que possui? Pela família que te ama? Pelo ar que respira? Pelo banho quentinho que tomou? Pelas vestes que te protegem? Pela saúde que te dá condições de seguir adiante? Ufa, quanta coisa não é mesmo?

 Todos nós temos o hábito de lembrarmos de Deus nos momentos de dificuldade, mas isso é egoísmo de nossa parte, porque Deus não se esquece nunca de nós. Por que então não reservarmos 10 minutinhos do nosso dia para dizermos a Deus o quão importante Ele é em nossas vidas? Declarar nossa gratidão pelo que possuímos, mesmo sabendo que é tudo temporário? Não dói, sabia?

  Você já viu como as pessoas ficam felizes quando você agradece por uma ajuda que recebeu? Ou por algo que alguém lhe emprestou? Pois é, Deus também abre um sorrisão quando um de seus filhos se lembra de dizer "obrigado".

  Tá certo que eu ou você as vezes passamos muiiiiiiiiiiiiiiito tempo sem agradecer e isso se deve as nossas imperfeições que nos fazem dar mais importância à vida material do que à vida espiritual. Mas mesmo com um sorriso amarelo, aquele que fica estampado na cara de quem sabe que fez coisa errada e vem de mansinho e sem jeito, você e eu podemos nos redimir, passando a mudar nossos hábitos, passando a dedicar uns minutinhos para oração diária de agradecimento.

  Não te preocupes em ser repreendido por Deus por ter lhe faltado, mas entenda que Deus ficará mais feliz se uma de suas ovelhas retornar ao seu pasto, isso porque o Criador, Pai de todo o universo, sabe do quão perigoso é a vida fora dos ensinamentos Cristãos, a vida material é cheia de armadilhas, surpresas que iludem facilmente e por isso quer que todos seus filhos fiquem atentos, de preferência unidos pela corrente do amor que nos ajuda a caminhar em uma só direção.

  Que tal começar agora fazendo uma oração de todo o seu coração e de toda a sua alma, lembre-se que Deus está esperando ansiosamente pelo seu contato...

terça-feira, 23 de abril de 2013

A mulher perfeita para você!



Conta-se que um mestre indiano chamado Nasrudin conversava com um amigo, que lhe fez a seguinte pergunta: E então, mestre, nunca pensaste em casamento?
Já pensei, respondeu Nasrudin. Em minha juventude, resolvi conhecer a mulher perfeita. Atravessei o deserto, cheguei a Damasco e conheci uma mulher espiritualizada e linda; mas ela não sabia nada das coisas do mundo.
Continuei a viagem e fui à cidade de Isfahan. Lá encontrei uma mulher que conhecia o reino da matéria e do espírito, mas não era bonita.
Então, resolvi ir até o Cairo, onde jantei na casa de uma moça bonita, religiosa e conhecedora da realidade material.
Intrigado, o amigo indagou:
E por que não casaste com ela?
Ah! Meu companheiro! suspirou Nasrudin. Infelizmente ela também procurava um homem perfeito.
O ensinamento do sábio indiano aplica-se perfeitamente aos dias de hoje.
É comum ouvirmos as exigências das pessoas, no que diz respeito à amizade, ao namoro e casamento.
Os jovens e as jovens trazem em suas mentes sonhadoras a idealização de como deverá ser aquele, ou aquela, que conquistará seu coração.
Ingenuamente, procuramos a perfeição no outro, já que não podemos encontrá-la em nós mesmos.
Não há mal, de forma alguma, em ser exigente na escolha de nossas amizades ou de um futuro esposo ou esposa. Isto é saudável, desde que não cheguemos ao exagero, é claro.
O problema está em sempre querer que o outro seja especial, que tenha diversas virtudes, esquecendo de que ele, ou ela, também tem suas exigências, suas idealizações.
Assim, poderíamos questionar: Será que eu tenho estas características, estas virtudes que procuro no outro? Será que ele não tem uma lista de exigências como a minha? Eu preencho os meus próprios requisitos?

Exemplificando: você sonha com alguém que seja companheiro, que seja sincero, e em quem possa confiar. Agora, você já parou para analisar se você está disposto a ser assim para com o outro? Se a virtude da sinceridade está em seu coração, ou se você é digno de inspirar confiança?
Vejamos como a racionalidade nos ajuda a entender melhor as coisas da vida. Ela nos ensina a perceber que antes de exigir qualquer virtude dos outros, é preciso verificar se nós a temos.
Assim, é importante o esforço para se melhorar, para agradar os outros, buscando a perfeição em nós primeiramente.
Ainda estamos longe da sublimidade, é certo, mas é preciso caminhar rumo a ela todos os dias.
* * *
É belo sonhar. É necessário almejar a felicidade. Mas, enquanto procuramos por ela apenas no quintal vizinho, continuaremos a viver decepções e frustrações em nossos dias.
Vamos habituar nossa mente a pensar em como poderemos fazer felizes aqueles que estão à nossa volta, ao invés de apenas exigir atitudes e sentimentos dos outros.
É belo sonhar. É necessário almejar a felicidade. Mas atentemos sempre para o fato de que, para eu ser feliz em meu lar, eu preciso levar a felicidade ao quintal de alguém.

Fonte: R.M.E.

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Valores e moedas - Momento Reflexão



O dinheiro está na pauta diária dos homens. No mundo, tudo gira em torno dele.

Os pais necessitam dos recursos amoedados para suprir a mesa com a alimentação rica e sadia, para matricular e manter seus filhos na escola de melhor nível, para garantir a roupa adequada aos pequenos.

As crianças o requisitam para comprar guloseimas, sorvetes e as mil quinquilharias que povoam de sonhos e fantasias a sua infância.

Os adultos dele precisam para realizar as viagens que acrescentam cultura, enquanto concedem prazer, tanto quanto para se especializar em suas áreas de ação, em cursos de extensão universitária, mestrado, doutorado.

Cursos que lhes garantam melhor qualificação profissional.

É o dinheiro que movimenta as pesquisas científicas que, em síntese, objetivam a melhoria de vida para o próprio homem.

O mesmo dinheiro que propicia bênçãos em mãos generosas como as de Alfred Nobel, industrial e químico sueco que instituiu o Prêmio Nobel para incentivar as obras literárias, científicas e filantrópicas do mundo todo, por vezes, é causador de muitos transtornos.

Quantas famílias se digladiam em nome do dinheiro. Irmãos agredindo irmãos pela posse de bens transitórios.

Inventários que rolam anos pelos tribunais humanos, porque os herdeiros não desejam renunciar à mínima parcela do que afirmam lhes pertencer por direito.

Uniões se desfazem porque o dinheiro não é suficiente para satisfazer os desejos do casal, ou de um deles apenas.

Filhos que agridem pais porque esses não lhes podem satisfazer todas as vaidades e todos os caprichos, porque o dinheiro que ganham, com o trabalho honrado de cada dia, não é suficiente.

Lares que se destroçam ante os desastres econômicos, que muita vez têm por motivo exatamente o desperdício, os exageros e a satisfação de ilusões fantasiosas.

Dinheiro que produz bênçãos e alegrias!

Dinheiro que é motivador de desamor, guerras e ruína.

Há os que o utilizam para o auxílio aos necessitados de toda ordem. Os que utilizam suas riquezas em fontes abençoadas de empregos que geram salários e sustentam famílias.

Há os que, com ele, alimentam os vícios de toda espécie, fomentam as guerras, financiam armas, destroem e destroem-se nos caminhos das drogas.

O mal não está, assim, na posse dos bens materiais mas na forma que são adquiridos e na sua utilização.

Os bens materiais são dádivas de Deus e objetivam o progresso e o bem-estar do homem e da sociedade, sobretudo, a sua evolução.

Sem dinheiro não existem empregos, pesquisas, progresso na tecnologia, nas ciências e nas artes.

Devemos aprender a bem utilizar o que nos chega, não nos esquecendo de que no concerto da Criação, somos apenas os usufrutuários das dádivas concedidas por Deus e que, um dia, deveremos prestar contas do seu emprego, perante as Leis Divinas.

* * *

Para progredir o homem necessita da sabedoria e da moral.

Exatamente como as aves, que para alçarem os vôos extraordinários pelo firmamento, necessitam ter ambas as asas bem equilibradas.

Sempre, antes cresce o homem na intelectualidade, isto é, no saber, para depois crescer na moral.

Isto porque para abraçar a moral, ele necessita entender, compreender, raciocinar a respeito das leis, conhecê-las para as colocar em prática.

Fonte:  R.M.E.

sábado, 20 de abril de 2013

Mude as palavras, veja de um modo diferente... se emocione!



Um lindo vídeo que nos traz a reflexão sobre o poder das palavras e como usá-las.



Vídeo disponível em http://www.serenaluz.com no link Vídeo_83

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Uma fila que precisa acabar


Ninguém gosta de fila, não é mesmo? Será que podemos acabar com ela?

Assista ao vídeo e tenho certeza de que você irá contribuir para o fim das filas!



Vídeo disponível em http://www.serenaluz.com no link Vídeo_82

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Esconder a verdade até a morte, é mentira que se acredita ser capaz de realizar


  Podemos mentir para quem quisermos, não existem impedimentos que não sejam os da nossa consciência para realizar tal ato. Posso mentir para minha mãe, para o meu pai, para meus irmãos, para os amigos, para o vizinho, desconhecido e até para mim mesmo.

  O curioso é que quanto mais mentimos, mais ainda iremos mentir. Parece um ciclo vicioso que somente tende a aumentar, assim como as consequências desse ato tão vil irão aumentar também.

  Temos que ter em mente que podemos tentar enganar qualquer um, mas haverá sempre uma pessoa em nossas vidas que não poderá ser enganada, Deus.

  Deus conhece o íntimo de cada um, não teria como enganá-lo. Seria muita pretensão de nossa parte nos acharmos mais espertos do que Aquele que nos criou, nos ensinou a andar, a falar e a viver. Na verdade, seria muita burrice querer fazer o mal para quem só quer o nosso bem.

  Quando mentimos para as pessoas com quem convivemos, já causamos o mal. Muitas vezes nos bate a sensação de remorso ou arrependimento e é ai que começamos a nos dar conta de que a mentira faz mal para quem é enganado, mas faz mais ainda para quem engana.

  Todos sabem que a mentira não é eterna, pelo contrário, o ditado já diz que ela possui perna curta justamente porque logo ela é descoberta e quem a gerou fica com a cara no chão. A verdade, doa a quem doer, será sempre o melhor caminho.

  Ser sincero com o próximo é o mesmo que ser sincero com Deus e, portanto, agir com boa conduta diante dos ensinamentos Cristãos. Cultivar a mentira é o mesmo que criar uma horta de frutos ruins, os quais não nos servem para a alimentação e só nos farão mal.

  Quando desencarnamos, a mentira que você achou que nunca seria revelada irá ser exposta a todos a quem você enganou, porque no plano espiritual somente a verdade deve reinar e o mal é combatido de todas as formas visando o progresso espiritual, ou seja, lá a sua mentira é desmascarada de modo que a vergonha irá lhe surgir ao ponto de você pedir por novas oportunidades para reparar os erros aqui cometidos.

  Pense bem antes de mentir, porque o mal que se faz é o mal que se recebe.

quarta-feira, 17 de abril de 2013

A morte interior pode ser uma escolha de cada um


  A humanidade teme a morte física durante toda a sua existência terrena. É sem dúvida que a morte ainda nos é o tema mais desagradável de se debater, pois o medo supera, algumas vezes, nossa capacidade de debater tal tema.

  Mas uma figura histórica do passado nos faz refletir sobre o que deixamos morrer dentro de nós. Quantas não são as vezes que matamos o que há de melhor dentro do coração, por puro egoísmo, por pura ganância ou as vezes até pelo próprio medo.

  Esperamos pela velhice para reclamarmos da vida e de termos matado a criança que havia dentro de nós, quando na verdade, poderíamos ter deixado essa criança, alegre, sincera, ingênua e pura viver eternamente em nossos corações, nos tornando assim idosos alegres, de bem com a vida, mais saudáveis, mais dispostos a continuar a viver os últimos anos terrenos.

  Deixamos os sonhos padecerem por nunca termos tentado realizá-los. Sonhar é tão belo, faz tão bem, nos torna leves, nos faz flutuar entre as nuvens. Por que será que matamos nossos sonhos? Porque não confiamos em nós mesmos, em nossos potenciais e também porque não confiamos o suficiente em Deus. Os sonhos não são apenas para serem sonhados, eles podem e devem ser realizados, talvez nem todos possamos realizar, mas ao menos alguns temos que tentar.

  De todas as mortes, eu acho a do espírito a mais triste. Porque o corpo físico tem destino certo para voltar ao solo de onde veio, de virar adubo e gerar nova vida, mas o espírito quando morre (no sentido figurado, pois o espírito é eterno), este deixa de querer viver, deixa de sorrir, deixa de fazer o bem para si e para os que o rodeiam. Um espírito morto é aquele que está longe dos ensinamentos de Jesus, porque vai se decompondo e definhando, vendo seu próprio perispírito se machucando. Quando o Mestre Jesus disse que era a verdade, o caminho, a vida, ele estava com toda a razão, pois para o espírito não morrer é preciso entender que Jesus é a vida, é pelos ensinamentos Dele que continuamos no caminho, onde a verdade reina sobre todas as ambições humanas.

  E você, como está a sua vida? Tem algo que precise ressuscitar dentro de ti? Este pode ser um convite para conhecer mais de perto o que o Cristo tem a lhe oferecer!

terça-feira, 16 de abril de 2013

Orai e vigiai! Autoria: Marta Magalhães



.
"Orai e vigiai." Jesus - Citação dos Evangelhos.
(Oração e ação de amor, pela Paz)
.
 
 .
"Onde há caridade e sabedoria, não há medo nem ignorância." 
São Francisco de Assis.
. 
.
Estes dois conselhos - "orai e vigiai" - nunca foram tão importantes como agora.
Como tem sido dito, estamos vivenciando momentos reveladores e de grandes oportunidades de conscientização. Os apelos das circunstâncias e dos sentidos nunca foram tão evidentes como agora, colocando-nos frente a frente com as nossas questões internas. Portanto, é necessário que estejamos preparados para enfrentar as provas que estão cada dia mais afuniladoras.
Quando o Mestre Jesus aconselhou os seus discípulos com a frase, "Orai e Vigiai para não caíres em tentação, pois a carne é fraca", ele os alertava para que estivessem atentos aos seus sentimentos, pois a matéria é suscetível às vibrações negativas. A densidade da matéria faz com que ela seja propícia à interferência das forças do meio ambiente e também de forças manipuladoras que querem arrebanhar mais poder.
Todos nós sabemos que quando um animal selvagem está acuado e com medo, ele pode atacar para se proteger e dar o bote fatal. É mais ou menos isso que está acontecendo neste momento... As trevas estão sentindo que estão em seus momentos finais e como não querem perder a batalha, estão tentando de todas as formas atraírem os mais "fracos" para o seu lado e aumentar os seus afiliados, mesmo que eles sejam inconscientes disso... Assim eles pensam que podem aumentar o poder vibratório negativo para fazer frente às forças da Luz. Espiritualmente falando, as sombras são a inconsciência e a ignorância, portanto, quanto mais pessoas cegas pelos sentimentos do ego e amedrontadas pelas circunstâncias, mais afastados da Luz elas ficam e mais poder as trevas alcançam...
As pessoas mais fracas são aquelas que ainda não conseguiram se libertar de sentimentos de baixa vibração como a raiva, a inveja, a cobiça, a arrogância, etc. Essas pessoas são mais suscetíveis de serem arrebanhadas pelas forças negativas. As sombras estão sempre em busca de aliados, principalmente os inconscientes, pois estes não se rebelam e as seguem sem questionar, esperam apenas pelos prazeres dos sentidos físicos e de sentimentos baixos como a vingança. Vamos dizer que elas ainda não reconhecem a Força Divina que habita dentro delas e, portanto, ainda veem este mundo apenas como uma fonte de prazeres materiais e ou de sofrimentos eternos e vãos.
A ciência prova que semelhante atrai semelhante, por isso, sentimentos de baixa vibração atraem forças do mesmo nível. Então, para nos proteger dessas interferências e também para clarear as nossas questões internas e nos fortalecer para não sermos vítimas dessas forças, precisamos orar, fazer exercícios mentais e nos observarmos constantemente, não deixando que sentimentos baixos se sobreponham às virtudes Divinas. A Luz e a sombra caminham juntas e para que saibamos escolher o caminho certo precisamos estar atentos e sob as graças do Bem Maior.
A oração deve ser acompanhada pela observação constante para que não nos deixemos influenciar pelas sombras. Além de orar, devemos nos esforçar para praticar as virtudes como a compaixão, a paciência e o altruísmo, isso também fortalece o Ser.
Quando oramos, estabelecemos uma ligação com as forças da Luz que assim nos envolvem aumentando o nível das nossas vibrações. Ao fazermos isso, o nosso campo energético também é limpo automaticamente, afastando assim as forças que não condizem com o nosso campo vibratório. A paz interior prevalece então, e podemos enxergar com clareza os pontos que precisam ser trabalhados.
Quando oramos com fé, nos colocamos aos pés do Criador, isto é, nos entregamos à Sua Vontade e Ela nada mais quer além da nossa Felicidade. Quando nos entregamos às energias Superiores, o caminho da Luz fica evidente, os olhos da nossa alma se abrem - nos tornando Conscientes - e afastam as sombras para bem longe.
.
.  
. 
.  
Autoria: Márian (Marta Magalhães).
Email: marian.luar@ig.com.br 
Fonte: Intermediando Amor

segunda-feira, 15 de abril de 2013

Desdobramento espiritual durante o sono



Atividade Noturna do Espírito (Desdobramento)

Durante o sono o Espírito desprende-se do corpo; devido aos laços fluídicos estarem mais tênues. A noite é um longo período em que está livre para agir noutro plano de existência.

Porém, variam os graus de desprendimento e lucidez. Nem todos se afastam do seu corpo, mas permanecem no ambiente doméstico; temem fazê-lo, sentir-se-iam constrangidos num meio estranho (aparentemente).

Outros movimentam-se no plano espiritual, mas suas atividades e compressões dependem do nível de elevação. O princípio que rege a permanência fora do corpo é o da afinidade moral, expressa, conforme a explanação anterior, por meio da afinidade vibratória ou sintonia.

O espírito será atraído para regiões e companhias que estejam harmonizadas e sintonizadas com ele através das ações, pensamentos, instruções, desejos e intenções, ou seja, impulsos predominantes. Podendo assim, subir mais ou se degradar mais.


O lúbrico terá entrevistas eróticas de todos os tipos, o avarento tratará de negócios grandiosos (materiais) e rendosos usando a astúcia. A esposa queixosa encontrará conselhos contra o seu marido, e assim por diante. Amigos se encontram para conversas edificantes, inimigos entram em luta, aprendizes farão cursos, cooperadores trabalharão nos campos prediletos, e, assim, caminhamos.

Para esta maravilhosa doutrina, conforme tais considerações, o sonho é a recordação de uma parte da atividade que o espírito desempenhou durante a libertação permitida pelo sono. Segundo Carlos Toledo Rizzini, interpretação freudiana encara o sonho como apontando para o passado, revelando um aspecto da personalidade.

Para o Espiritismo, o sonho também satisfaz impulsos e é uma expressão do estilo de vida, com uma grande diferença: a de não se processar só no plano mental, mas ser uma experiência genuína do espírito que se passa num mundo real e com situações concretas. Como vimos, o espírito, livre temporariamente dos laços orgânicos, empreende atividades noturnas que poderão se caracterizar apenas por satisfação de baixos impulsos, como também, trabalhar e aprender muito. Nesta experiência fora do corpo, na oportunidade do desprendimento através do sono, o ser, poderá ver com clareza a finalidade de sua existência atual, lembrar-se do passado, entrevê o futuro, todavia a amplitude ou não dessas possibilidades é relativa ao grau de evolução do espírito.

Fonte: Espiritualidade Universal

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Em meio a tormenta, a prece é raio de luz que vem para acalmar


  Na hora das aflições, nossos pensamentos se tumultuam tanto que nos perdemos no raciocínio e nos vemos envoltos em um ciclo de perturbações. A paz é abalada, o equilíbrio se desfaz, a razão é perdida, mas tudo porque nós permitimos que isso aconteça.

  É imprescindível buscarmos a oração como ferramenta de reequilíbrio espiritual. Por meio dela fazemos o nosso apelo ao socorro e deixamos rolar fora os sentimentos que tanto escondemos de nossos irmãos.

  Quando nosso coração fala ao Senhor, ele se sintoniza com a vontade de Deus e atrairá a ajuda dos bons espíritos, irmãos dedicados à causa da caridade e tarefeiros do Mestre Jesus.

  A oração é um santo remédio para a alma perturbada, sem ela nós sucumbiríamos facilmente às provações e não teríamos êxito em nossos objetivos de evolução aqui na Terra. Orar é buscar falar com Deus intimamente, usando suas palavras pessoais, falando-lhe o que vem ao coração. Na prece pode-se pedir ajuda, ofertar ajuda a outrem, agradecer pela ajuda recebida.

  Lembremos sempre de que não nos é correto usar a prece para pedidos de enriquecimento material ou para atender as ambições da humanidade, mas sim para causas nobres como a paz, o amor, a vida, a família e a obtenção dos recursos e meios materiais necessários a sobrevivência, sem excessos, sem apego, sem orgulho.

  A oração precisa ser uma prática diária em nossas vidas. Não devemos orar somente quando precisamos, mas sim em todos os momentos que queiramos dizer a Deus desde um simples "Olá" até um "Socorro". Deus quer seus filhos próximos a Si e espera que cada um aprenda por si só a buscá-Lo.

  Podemos realizar orações individuais, em nossos quartos, de portas fechadas ou podemos fazê-las em grupos e emanar um campo vibracional muito mais forte quando todos os envolvidos na prece tem um forte pensamento em comum no auxílio de alguém ou de alguma situação.

  Já pensou em montar um grupo de orações em casa? Que tal praticar a prece com os amigos, parentes e vizinhos? Lembremos que a prece sempre ajuda e que é uma oportunidade de reunirmos pessoas necessitadas e desenvolvermos o estudo do evangelho no nosso próprio lar.

  Já dizia o bom Mestre Jesus: "Pedi e obtereis!"

quarta-feira, 10 de abril de 2013

O guerreiro nas suas batalhas diárias


  A guerra é o conjunto de batalhas. Não definimos o resultado de uma guerra por uma única batalha, mas é certo que cada vitória nas batalhas irão somar chances de se vencer a guerra.

  Em termos de vida, fazendo uma analogia, a guerra é a vida e a batalha é o dia. Cada dia vivemos nova batalha, cada dia buscamos nova vitória e é a soma dessas vitórias que nos farão vencer na vida.

  Alguns de nós optam pelo reclamar ao invés de lutar no dia à dia e é ai que vem a dúvida: qual foi o soldado que venceu em toda a história uma batalha por ficar reclamando? Não há, não é mesmo? Então você também não vencerá pelas reclamações, mas sim pelo seu empenho e dedicação.

  Deus não dá um fardo maior do que o que podemos carregar e, portanto, nossa vida não contém provações mais difíceis do que somos capazes de superar. Tudo tem um propósito e é exatamente o de evoluir, de superar, de corrigir as imperfeições que a vida traz na batalha diária oportunidades de exercitar essas condições.

  Para ser um grande guerreiro capaz de vencer grandes batalhas, comece confiando em seu próprio potencial, porque Deus é tão generoso que lhe concedeu as ferramentas certas para o trabalho certo. Já pensou se o Pai nos desse uma tesoura para pregar um prego? Não, isso não acontece. Se achas que tens a ferramenta errada, é porque você está enfrentando a batalha errada. Nem sempre o que queremos fazer é o que precisamos. As vezes nos martirizamos em certas situações nas quais não há a menor necessidade de vivenciá-las, tudo isso ocorre por ambição, orgulho, ganância entre outras imperfeições de cada um.

  Observai se esta batalha vos pertence e, se considerar ter o potencial (ferramenta) para superá-la, ponha fé no Criador e em si próprio e segue em frente como o leão que não teme os seus inimigos, mas que se mostra valente caçador.

  Deus lhe guie em suas batalhas diárias!

terça-feira, 9 de abril de 2013

Pense, deseje e tende fé para que as metas se transformem em conquistas!


  Sempre siga em frente, sem olhar para trás, confie plenamente em Deus em tudo o que você faz, pois o que é direito ao teu coração, o que é de paz para o teu espírito, isto é abençoado por Deus, por um caminho reto e justo você será guiado.

  O pensamento é o princípio da ação. Primeiro pensamos para depois executar, portanto, bons pensamentos resultarão em boas ações. Crie com gosto, pense com boa vontade, imagine, explore as suas capacidades, use de sua criatividade. Momentos de relaxamento são os melhores para se ter boas idéias.

  De posse das boas idéias, dos pensamentos positivos, deseje ardentemente. O desejo atrairá aqueles que tem afinidade com os bons pensamentos e então terás apoio espiritual para a realização de tuas vontades. Deseje fazer o que é bom, deseje ajudar os que necessitam, deseje progredir não só materialmente, mas também espiritualmente.

  Confie, aplique-se na fé e veja a realização de um ou mais sonhos. É pela fé que concretizamos a nossa vontade, pois sem a permissão divina, nada se realizará. Se teus propósitos são para um bem maior, então eles estarão amparados nas mãos do Pai mais inteligente que existe, sim, Deus é o ser de inteligência suprema e vos auxiliará na realização de teus bons propósitos.

  Pense, deseje e confie para ver que o impossível para muitos é possível para poucos. É para poucos porque muitos não querem ter o trabalho de pensar, outros pensam mas não desejam porque têm medo de que se concretizem as vontades e há também os que pensam, desejam, mas não tem coragem de fazer porque não confiam em Deus.

  Olha novamente para dentro de si, avalia se tu realizas as três ações: pensar, desejar e confiar. Questiona se elas não irão causar mal ao teu próximo e, se tudo estiver direito aos olhos de Deus, vai e realiza teus sonhos, vê a vontade divina abrir lhes as portas do progresso contínuo.

  Somente chega ao sucesso aqueles que não desistiram no meio do caminho!

segunda-feira, 8 de abril de 2013

A Liberdade surgirá no momento em que você deixar de se Aprisionar


  Não existe liberdade se levamos conosco o que nos faz mal, pois nos sentiremos presos ao que não gostamos em nós mesmos, é como se sentir sufocado, querendo respirar novos ares, mas mesmo que nos mudemos de cidade ou estado ou país, tudo parece ser como era antes.

  Buscar a liberdade do espírito é trabalhar continuamente para corrigir suas próprias imperfeições e então se livrar das falhas que nos causam tormentos todos os dias.

  Sabe aquele mau-humor? Jogue-o fora, coloque um sorriso no seu rosto, alegre-se com as pequenas coisas, sinta a vida ao seu redor, você pode, você consegue, você quer isso para si próprio.

  Sabe aquele desespero para ficar rico e para pagar as contas? Calma, relaxe, ficar desesperado não vai pagar conta de ninguém e ficar rico não é a solução, pois tua imperfeição em ser ambicioso não irá sarar. Observe os que estão no poder político, já se perguntou porque mesmo ganhando tanto dinheiro eles ainda roubam? É porque quanto mais eles têm, mais eles querem. Não ficam satisfeitos com o que Deus lhes provê como recursos e acabam por sofrer com suas imperfeições de ganância.

  Sabe aquela mágoa que você tem com alguém que lhe ofendeu e lhe feriu os sentimentos? Jogue-a no cesto de lixo e feche a tampa, pois quem é que se beneficiou alguma vez na vida por ficar remoendo o mal que recebeu? Ninguém! Pois é, perdoar é o melhor caminho, mesmo que a pessoa não mereça perdão, aos seus olhos, mas não cabe a nós julgarmos e portanto, deixemos que Deus aja como juiz dos atos de cada um. Perdoe e se liberte desse mal também.

  Fazer a reforma íntima é procurar liberdade daquilo que nos prende a vida terrena e então encontrar o caminho que Jesus ensinou que leva a Deus: caridade, amor e paz.

sexta-feira, 5 de abril de 2013

O Amor em sua essência divina


  O amor é a maior força que temos dentro de nós, por meio dele realizamos feitos que aos nossos olhos pareceriam impossíveis, mas que são perfeitamente possíveis aos olhos de Deus.
  Sem o amor, não seríamos capazes de demonstrar a pureza de nossos espíritos. Ele é ferramenta crucial para que um ser compreenda o outro, aceite o outro como ele é, sinta vontade de estar próximo ao outro. O amor une, aquece, protege e alegra os corações.
  Amar é realmente um ato nobre aos olhos de Deus, porque mostra-Lhe que a pessoa está cada vez mais próxima da humildade e da grandeza de espírito que o Criador deseja. É por meio do amor que Jesus ensinou como conduzir a vida, exemplificou como ser útil ao semelhante e mostrou que é esse sentimento que nos aproxima do Pai.
  Dores e sofrimentos são consequências de atos e escolhas de cada um de nós, mas a questão é: como enfrentaríamos nossos erros e dificuldades sem o amor? Não conseguiríamos, pois o amor é combustível que nos dá força para levantar todas as manhãs, o amor contém fé, contém alegria, contém a vontade de fazer o bem e de progredir.
  Sentimento sublime que Deus criou, o amor veio a ser uma semente um dia, no coração de todos os homens e mulheres, apenas aguardava germinar, pois até o mais vil dos seres sabe amar, o que não quer dizer que está pronto para o amor.
  O amor não decepciona, não cria ilusões, não confunde e nem magoa, não fere e nem mente. Somos nós que fazemos isso, por meio do apego, daquela vontade triste de possuir algo ou alguém que nasceu para ser livre, que nem sequer é obra nossa. Não confundamos o amor com o apego, pois ele realmente é puro, é livre de maldade, lembre-se dos exemplos de amor que Jesus deu, perdoando, respeitando o próximo com as suas imperfeições, libertando os que com ele não queriam seguir, isso é amar.
  O amor atrai amor, quando em sua forma clara e transparente é exibido, notamos a aproximação de pessoas que tem o mesmo sentimento por nós. Por isso se diz que para ser amado, primeiro necessitamos aprender a doar amor e então seremos nós mesmos que atrairemos o amor de volta para nós, numa troca contínua, que faz a alma explodir de alegria, contagiando os que ao redor vivem.
  A origem do amor ainda nos é desconhecida, pois não sabemos como Deus cria as coisas, mas sabemos que foi Ele quem o criou e que é justamente a Deus que devemos doar o mais puro e sincero amor contido em nossos corações. Lembremos sempre dos mandamentos que aprendemos na história da humanidade: "Amai primeiramente a Deus de todo o teu coração, e toda a tua alma!"; e como segundo mandamento nos foi dito: "Amai o teu próximo de todo o teu coração, e de toda a tua alma, como tu gostarias que te amassem, fazendo a ele o que gostarias que fizessem a ti!".
  Compreendendo estes dois mandamentos, seremos livres do sofrimento, seremos dignos de sermos amados e viveremos de forma simples, humilde e muito feliz.

terça-feira, 2 de abril de 2013

Necessitamos


De silêncio:
Pra ouvir a voz do coração.
De saudade:
Para valorizarmos a convivência diária com o ente querido.
De distância:
Para que haja reaproximação.
De doença:
Para valorizarmos e cuidarmos de nosso corpo físico.
Da noite escura:
Para valorizarmos verdadeiramente a luz.
De quedas:
Para levantar e seguir em frente.
De sonhos:
Para concretizar-mos ideais.
Do trabalho diário:
Para que haja Evolução Espiritual, e aprimoramento constante.
De leitura edificante:
Para ampliarmos nossos horizontes.
De beleza regrada.
Pois o belo também é Divino.

Vilma C. Ramos
Fonte:http://www.centronocaminhodaluz.com.br/index.php?option=com_content&id=2783