sexta-feira, 17 de maio de 2013

O belo na vida é aprender a ver como a vida é bela!


  Não é de hoje que temos a beleza como padrão definido de bem estar, nos agrada e muito os olhos quando vemos algo bonito.

  Mas a beleza é um conceito que varia de pessoa para pessoa, de visão para visão. Uns podem ver a beleza de uma flor, outros não, uns podem achar uma pessoa bonita, outros não.

  Independente do seu modo de ver a vida e a beleza que as obras de Deus nos oferecem, uma coisa é certa, a beleza física é temporária. As flores murcham, os cabelos caem, a pele enruga, a tinta descasca e mancha, o ferro enferruja.

  A beleza que mais nos deveria chamar a atenção é aquela que não se desgasta, pois permanece viva por tempo indeterminado em nossas mentes, encantando a alma e exalando um perfume inebriante. Esta beleza é rara e deve ser apreciada com calma, com paz, com boa vontade. É a beleza da caridade.

  O gesto mais nobre que um ser pode realizar é o de doar seu tempo ou seu recurso material em prol do que necessita de ajuda. Há até uma música muito bela que nos diz: "sempre fica um perfume nas mãos que oferecem rosas".

  Não só o perfume fica, mas também a alegria de fazer o bem, de fazer o que é certo aos olhos de Deus, de seguir o exemplo do verdadeiro Cristão. A caridade é a locomotiva da evolução moral da humanidade, ela precisa ser alimentada pelo combustível do amor que queima produzindo a paz, a alegria e a união das culturas e raças.

  Desde que o mundo surgiu, desde que a vida aqui floresceu, nada se desenvolveu sozinho, tudo teve auxílio de outro. A chuva não se formaria se não houvesse o calor do sol, os peixes não sobreviveriam se a chuva não enchesse os rios, as plantas não germinariam se a condição climática não fosse favorável, o homem não falaria se só um de nós se esforçasse para emitir sons.

  A vida é assim, um aprendizado da boa ação. É nela que aprendemos a conviver e a oferecer, para então podermos receber. Essa é a beleza da vida, superior a beleza temporária da matéria. Essa é a beleza da genialidade de um Deus que teve amor em cada uma de suas criações.

  O belo na vida é aprender a ver como a vida é bela!

2 comentários:

  1. Excelente post, como bem disse nada se desenvolve sozinho e é preciso refletirmos sempre sobre nosso papel nesta jornada, do contrário apenas vivemos sem nada ofertar de belo.
    aBS,Flávia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Flávia, obrigado pela sua visita e pelo seu lindo comentário!

      Refletir sempre para podermos compreende o caminho!

      Excluir