segunda-feira, 14 de outubro de 2013

A mudança não está nas ruas, mas sim nos lares de cada família.


  A atual juventude espera por um mundo melhor, luta, faz passeatas, as vezes acaba extravasando e ultrapassando os limites de um protesto pacífico e cria caos e confusão, dor e sofrimento.

  Por que isso?

  Porque o que a juventude quer é bom, mas não sabe bem como conseguir.

  A paz, o amor e a justiça tanto requeridos por eles, jovens de uma sociedade cruel e implacável, não está em outro lugar senão nos ensinamentos Cristãos de igualdade entre todos os seres vivos, de humildade entre todas as classes sociais, de fraternidade entre todos os credos e de união entre todas as raças e nações.

  O Cristo deixou a receita do bolo da felicidade, mas parece que ninguém acerta a mão na hora de fazer o bolo, porque quando estamos fazendo, colocamos um ou outro ingrediente a mais, achando que podemos fazer melhor do que Ele fez... É o nosso orgulho que nos dá a prepotência e a arrogância de nos acharmos capazes de construir um mundo melhor sozinhos, estragando o nosso bolo e adiando o sucesso de um dia encontrarmos a felicidade.

  Ei, jovem, aprenda a amar, aprenda a perdoar, aprenda a auxiliar os que necessitam, aprenda a compartilhar o que você tem, aprenda a dar bons exemplos, afaste-se das drogas, das bebidas, das baladas ilusórias da vida que só lhe fazem perder tempo na sua busca por uma vida melhor.

  Erramos tanto durante a adolescência que ao chegarmos em uma idade mais madura recorremos desesperadamente ao perdão de Deus. Poderíamos evitar isso se os lares ensinassem o amor Cristão desde cedo, desde sempre. Falta isso dentro de cada casa, no seio da família, onde a educação do evangelho pode fazer a diferença e ai sim, mudar o mundo.

  Depois que erramos, seja na hora de votar no político, seja na hora de trabalhar e fazer parte de uma sociedade que fecha os olhos para os que são menos favorecidos, não adianta ficar implorando perdão, o erro já fora cometido e só podemos mudar as atitudes para trabalharmos em prol da reparação dos erros.

  Você ainda tem chance de realmente mudar essa história, cheia de mortes e injustiças do passado, implantando a serenidade e a humildade de Jesus, nos exemplos do consolador da humanidade, abrindo as portas para o amor e a caridade, sem vergonha de ser diferente daqueles que matam por centavos e humilham por prazer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário