terça-feira, 17 de dezembro de 2013

O óbolo pesa mais do que o ouro abundante.


  O óbolo do pobre, que dá o pouco que tem, pesa mais do que o ouro do rico, que dá sem se privar de nada.

  Não desmereçamos a caridade feita por aqueles que têm em abundância, mas  compreendamos que o esforço em doar algo sabendo que pouco se tem é mais louvável aos olhos de Deus.

  A caridade pode ser feita de muitas formas e aquele que pouco possui ou nada tem para doar pode dar muito se pensar no sorriso, na palavra de conforto, no tempo que disponibiliza, na parte do trabalho que dedica ao necessitado.

  É muito fácil nos livrarmos do supérfluo, mas é muito difícil compartilharmos o necessário. Há muito mérito em quem o faz, pois priva-se de algumas coisas para ver a alegria no próximo.

  Todos podemos fazer algo de útil para alguém, todos podemos ser bons, fazermos a caridade, basta querermos.

  Lembremos do Cristo que recebia ofertas de muito dinheiro dos ricos, mas que deu a lição de que a mais generosa caridade foram as duas moedas simples doadas pela pobre viúva, porque ela doava o pouco que tinha, privava-se de luxo e conforto, para compartilhar com o próximo o pouco de sua alegria nesta vida.

  Vivemos num mundo em que achamos que o rico tem a obrigação de doar e o pobre tem o direito de acumular, mas não seriamos todos nós iguais perante Deus? Não deveríamos então todos nós compartilharmos ao invés de acumularmos bens perecíveis? Onde está o verdadeiro espírito Cristão que só aparece na época do Natal, tornando o homem que o ano todo abusou do que tinha, para se mostrar singelamente caridoso por poucos minutos?

  Acaso a caridade tem época certa? Será que o teu próximo só sofre no Natal? Por que não doar um pouco do seu tempo, do seu carinho, da sua companhia, do seu pão que sobra a mesa com alguém nos demais meses do ano?

  Se a porta hoje ainda é estreita, é justamente porque todo mundo só quer passar por ela no Natal, mas se cada um fizesse a caridade o ano todo, talvez nossa porta fosse bem mais larga.

Obs.: A palavra óbolo significa: 1 Pequena moeda da antiga Grécia. 2 Pequeno donativo ou esmola.

Nenhum comentário:

Postar um comentário