quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Porque a boca fala do que está cheio o coração!


  Sabemos que nossas palavras são a materialização do nosso pensamento e, por causa disso, são a exteriorização dos nossos sentimentos. O que o coração possui, é o que a boca transmitirá.

  Esse ensinamento vem de Jesus que nos falava das árvores boas que dão bons frutos e das árvores más que dão maus frutos, fazendo uma referência não só a nós que cometemos falhas diariamente, mas também a um perigo muito maior, os falsos Cristos e falsos profetas.

  Desde muito antes de Jesus já haviam os profetas reveladores e que criavam milagres aos olhos dos ignorantes. Como a ciência era pouco desenvolvida, esses milagres facilmente conquistavam uma grande multidão de admiradores.

  É fato que o profeta é um médium, que pode revelar o futuro de duas formas: 1º - Ele recebe a intuição de bons espíritos que fazem revelações afim de evitar um mal maior, ou seja, é uma prática do bem e tem a permissão de Deus para isso; 2º - Ele nada recebe do alto, mas fala do futuro como quem o conhecesse intimamente, porém, nada conhece e nada fala de certo, pois como ainda não aconteceu, apenas ilude as pessoas para ganhar bens materiais em troca, é o falso profeta.

  Como exemplo do primeiro, temos Elias ou até mesmo Isaías, onde encontramos nas passagens bíblicas relatos de suas premonições. Algumas destas, como é o caso de Isaías, contavam o que viria a acontecer com o Cristo, se não me falha a memória, cerca de 400 anos antes do ocorrido, corrijam-me se eu estiver errado, por favor.

  Mas o problema mesmo é o segundo caso, onde as previsões são mistificadores, onde os milagres são truques baratos que enganam os que possuem a fé cega e que ainda hoje encontramos em abundância em TODAS as religiões. Pessoas que dizem falar em línguas diferentes que nem existem, pessoas que dizem prever o futuro que nunca irá acontecer, pessoas que dizem curar sem sequer terem a condição de um bom coração e do magnetismo para tal.

  Quanto aos falsos profetas, a ciência está evoluindo e a medida em que progride ela desmascara os mentirosos. Não é preciso nos esforçarmos muito para entendermos isso, basta que nos instruamos.

  Esta mensagem que vos deixo não é para criticarem qualquer médium pelo que ele faz, mas é para que você busque na razão e no estudo o conhecimento para conseguir discernir entre o certo e o errado, entre o falso e o verdadeiro. Não se prenda apenas ao texto bíblico, mas busca em outras fontes como a ciência ou como o Espiritismo que explicam muitos dos fenômenos tidos como milagres pelos mais ignorantes e que são, muitas vezes, perfeitamente explicáveis hoje.

  O verdadeiro profeta de Deus falará do que está cheio o seu coração, doará amor e paz, fará o bem, é o médium assumindo a caridade na sua vida, dando vazão aos ensinamentos de Jesus que tanto estudou e pode agora por em prática. Afinal, a boca fala do que o coração está cheio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário