quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

A importância do estudo.


  A ignorância já nos fez presas fáceis da preguiça e do sofrimento. Combatê-la é importante para sairmos do estado primitivo em que muitos de nós ainda vivemos.

  Não é de hoje que observamos as vantagens de quem estuda, no melhoramento profissional, nas mudanças de comportamento no meio social, na melhora da auto-estima pelo saber falar bem e por ter conteúdo para assuntos em grupos, realizando novas amizades.

  O estudo é primordial para nossa evolução. Ele deve ocorrer tanto no meio profissional, quanto no meio espiritual. Mas preciso é que se equilibre tudo na vida e que se compreenda que os excessos são prejudiciais.

  Quem estuda se desenvolve, isso é fato, mas quem não aplica acaba por perder chances oportunas de exercitar o que aprendeu e por fim esquece.

  O estudo racional é o melhor deles, pois não aceita tudo o que os livros impõem, pelo contrário, recebe-se a informação, analisa-a com atenção, questiona se sua origem é confiável, indaga-se se o conhecimento lhe é benéfico e descarta-se o que não lhe parece fazer o bem.

  No estudo religioso não é diferente. Não se pode aceitar o que os outros lhe impõem como verdade, preciso é que se reflita afim de não se deixar ser enganado. É sempre recomendável elevar o pensamento em prece e pedir auxílio nos estudos, para um melhor discernimento.

  Encontramos no texto bíblico muita dificuldade para sua compreensão e isso se deve ao linguajar antigo, aos exemplos da época que não se encaixam mais hoje e ao fato de que as limitações daquele povo não lhes permitiam receber certos ensinamentos, os quais hoje são mais facilmente entendidos, como é o caso da vida espiritual e eterna. Essas dificuldades não são desculpas para abandonarmos os textos bíblicos, pois eles são fontes de riquíssimos e elevados ensinamentos morais e precisam ser estudados com muita calma. É preciso SENTIR o que lá está escrito, pois já dizia Paulo de Tarso: "A palavra mata! O espírito vivifica!". Quem lê e interpreta ao pé da letra, morre no entendimento, mas quem sente o amor de Deus naquelas palavras, compreende a grandeza com que o texto bíblico foi feito.

  Seja na tecnologia, na área profissional ou no caminho espiritual, o conhecimento está disponível à medida em que nós estamos apitos a recebê-lo. Os bons tarefeiros de Jesus visitam-nos frequentemente e nos trazem descobertas que para nós são o topo da tecnologia e da ciência, enquanto que para eles, no plano superior, é algo já descoberto a muito tempo.

  Busca, meu irmão, sair da inércia da ignorância. Lê e aprende, comenta e compartilha, recebe e dá o que a vida tem para nos ensinar. Aprender é o que fazemos desde pequeninos e preciso é que nossa mente se mantenha em atividade até o esgotamento do fluído vital, afim de que nossa encarnação seja bem aproveitada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário