sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

O pensamento e a sua força de atração.


  O pensamento é ferramenta de comunicação entre os seres. Dotado de uma aparência invisível aos nossos olhos mas sensível ao nosso coração, o pensamento é vibração que plaina no ar, é informação que se transmite sem se ver.

  Necessário se faz que se observe a importância do pensamento em nossa rotina diária. Ele pode ser a libertação do nosso sofrimento se usado de forma correta, mas pode ser o aguilhão que nos prende às tormentas tão cruéis que nos espinham o coração.

  Existe uma lei de atração exercida sobre o pensamento e esta lei rege que o bom pensamento atrai boas coisas e boas amizades, o mal pensamento atrai más coisas e más amizades.

  Ter controle sobre seus pensamentos é tão difícil quanto libertar-se de suas imperfeições e isso ocorre porque um é dependência do outro. Ninguém pensa em invejar o próximo se não tiver o sentimento de inveja em seu coração, ninguém pensa em ferir o seu irmão se não tiver o sentimento de ódio em seu coração.

  Eis ai a clareza com que entendemos essa dependência do pensar/sentir. Uma limpeza na nossa casa mental é uma faxina no mínimo essencial para uma vida mais harmoniosa e feliz.

  Se o pensamento te atrai para olhar por uma homem ou uma mulher de rara beleza enquanto você já possui um cônjuge e um compromisso familiar, afasta urgentemente tal pensamento, pois é ele o princípio para uma bola de neve que aumenta e que pode um dia te causar o ato da traição, pelo teu descontrole, por não ter apagado o princípio do incêndio antes que ele queimasse tudo.

  Ao contrário dos pensamentos ruins, os bons pensamentos nos elevam a paz, nos trazem a presença de bons espíritos tanto encarnados quanto desencarnados, nos abrem portas para o progresso merecido pelo esforço em manter altas vibrações de amor.

  Para superarmos essa barreira tão difícil de eliminarmos as ervas daninhas que crescem na nossa mente e prejudicam o crescimento das flores perfumadas do bom pensamento, podemos fazer bom uso da prece, em momento de necessidade de socorro, em local apropriado e reservado, clamando dignamente pelo amparo da luz do mestre Jesus.

  Notamos que a prece nos socorre imediatamente quando feita com o coração, mas que passado alguns minutos ou horas, o pensamento perturbador pode retornar e o desequilíbrio nos assolar. Se esse for o caso, busca então a meditação, por alguns minutos, por algumas horas se preciso, afim de silenciar os pensamentos, afim de reequilibrar as forças e ao término lembra-te de orar em agradecimento.

  Não é fácil superar os males que enfrentamos devido às nossas imperfeições, mas é com disciplina que iremos conseguir. O mestre amoroso nos ensinou a vigiar e a orar e não foi por acaso, porque caímos constantemente em tentação, porque precisamos dispensar enormes esforços para atingirmos nossa elevação moral e espiritual.

  A mente que não faz uma limpeza semanal assemelha-se à casa abandonada que ruirá com o tempo. O bolor que a consome pode ser comparado aos vermes que se instalam nas mentes invigilantes e mal treinadas, gerando mais tendências ao erro, atraindo mais companhias prejudiciais.

  O pensamento pode chamar um ente querido que está no plano espiritual, em qualquer lugar do universo, o que nos faz refletir do poder que ele tem. Cuida bem da tua mente, higieniza-a constantemente, liberta-te do que te faz mal, joga aquela imagem, aquela cena prejudicial fora e mentaliza Jesus de braços abertos te esperando para um abraço caloroso de muita paz e amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário