sexta-feira, 29 de agosto de 2014

A Série Psicológica de Joanna de Ângelis - Módulo 4 - Aula 3 - Os arquétipos


  Seguimos com a 3ª aula do 4º módulo do curso oferecido por Cláudio Sinoti e Iris Sinoti.

  O tema deste módulo é "Rumo ao Inconsciente".

  Esse vídeo está disponível no youtube e este blog está apenas compartilhando-o afim de reunir num só lugar todas as vídeo-aulas, facilitando assim o estudo desta maravilhosa obra.

  O menu contendo todos os vídeos já publicados fica do lado direito do blog, no banner "Estudo online da doutrina Espírita" ou você pode acessá-lo neste link aqui: estudos.


Fonte: TVCEI

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Esforço individual.


  Você já pensou no valor do esforço individual?
  Uma demonstração desse valor foi realizada numa noite escura, sem estrelas, durante um comício patriótico no Coliseu de Los Ângeles.
  Havia cerca de cem mil pessoas reunidas no local, quando o presidente avisou que todas as luzes seriam apagadas.
  Disse que, embora ficassem na mais completa escuridão, não havia motivo para receio.
  Quando as luzes se apagaram e as trevas tomaram conta do ambiente, ele riscou um fósforo e perguntou à multidão: "quem estiver vendo esta pequenina luz queira exclamar: sim!"
  Um vozerio ensurdecedor partiu da assistência. Todos percebiam aquela minúscula chama.
  O silêncio se fez novamente e o homem falou: "assim também fulgura um ato de bondade num mundo de maldade."
  E insistindo em suas idéias, lançou um desafio: "vejamos agora o que acontece se cada um de nós acender um palito de fósforo."
  Num instante, quase cem mil minúsculas chamas banharam de luz a imensa arena, fruto da colaboração de cem mil indivíduos, cada um fazendo a parte que lhe tocava.
  Essa foi a maneira singela que um homem utilizou para despertar nos indivíduos o valor do esforço pessoal.
  Geralmente, na busca de soluções para os problemas, imaginamos que somente grandes feitos poderão ter um resultado eficiente.
  Quando olhamos uma imensa montanha, por exemplo, concluímos que muito trabalho foi preciso para que ela tomasse as dimensões que possui, mas nos esquecemos de que ela é formada de pequenos grãos de areia.
  Olhando o mundo sob esse ponto de vista, e fazendo a parte que nos cabe, em pouco tempo teríamos um mundo melhor.
  Mas se pensarmos que somos incapazes de mudar o mundo, o mundo permanecerá como está por muito tempo.
  Todos temos valores íntimos a explorar. Todos temos condições de contribuir com uma parcela para a melhoria do mundo em que vivemos.
  Como pudemos perceber, um palito de fósforo aceso, é capaz de derrotar as trevas.
  Pode ser uma pequena chama, mas a sua claridade é percebida à grande distância.
  Jesus falou das possibilidades individuais de cada um com a recomendação: "brilhe a vossa luz."
  Assim, quando a situação se apresentar nublada em derredor, podemos acender a nossa pequena chama e romper com a escuridão.
  Não importa a situação em que estamos colocados, sempre poderemos fazer algo de bom em benefício de todos.
***
  Cada indivíduo é uma engrenagem inteligente agindo no contexto da máquina social.
  E a máquina somente funcionará em harmonia e atingirá seus objetivos se todas as peças cumprirem a parte que lhes cabe.

Fonte: R.M.E.

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

A Série Psicológica de Joanna de Ângelis - Módulo 4 - Aula 2 - Conhecendo os complexos


  Seguimos com a 2ª aula do 4º módulo do curso oferecido por Cláudio Sinoti e Iris Sinoti.

  O tema deste módulo é "Rumo ao Inconsciente".

  Esse vídeo está disponível no youtube e este blog está apenas compartilhando-o afim de reunir num só lugar todas as vídeo-aulas, facilitando assim o estudo desta maravilhosa obra.

  O menu contendo todos os vídeos já publicados fica do lado direito do blog, no banner "Estudo online da doutrina Espírita" ou você pode acessá-lo neste link aqui: estudos.


Fonte: TVCEI

terça-feira, 26 de agosto de 2014

A evolução do ser.

  Por que uns são mais inteligentes, outros menos, uns são mais sensíveis, outros menos, uns são mais equilibrados, outros menos?

  A pergunta acima nos faz pensar sobre os diferentes níveis conscienciais da alma, o comandante do ser que aqui representamos em carne e osso.

  Quando uma pessoa me questiona sobre o tempo de trabalho e estudo na doutrina espírita, ou fosse qual fosse a religião proferida por mim, a resposta sempre seria a mesma: não se mede o trabalhador cristão pelo seu tempo de serviço, até porque não somos capazes de compreender a quantas encarnações, ou seja, quantos séculos ou milênios já estamos nessa jornada. Mas podemos identificar o quanto essa pessoa se aplicou ao observarmos suas virtudes já desenvolvidas.

  Quantas vezes não se vê um médium de décadas de trabalho e devoção ser superado com facilidade por um simples jovem iniciante, mas que tem aquele coração puro e que mal precisa se esforçar para estar em sintonia com a espiritualidade superior. Não é o tempo de casa que nos faz melhores uns do que os outros, mas sim as conquistas adquiridas pelo nosso esforço em nos tornarmos melhores.

  Afinal, o verdadeiro espírita é aquele que se esforça todos os dias para corrigir suas imperfeições, seguindo os passos do mestre Jesus, praticando o bem a tudo e a todos, amando a Deus em primeiro lugar e depois o próximo como a si mesmo.

  Mas a vaidade e orgulho de uns ainda vão causar muita polêmica. Pessoas enraizadas em suas práticas e com visões fechadas sobre o espiritismo e sobre o cristianismo acabam por se julgarem melhores do que os iniciantes. Ah se pudéssemos sair do corpo só por um instante e nos vermos, conhecer nossas atitudes, nossos pensamentos mais íntimos, desvendar os erros que muitas vezes não vemos porque não temos a visão exterior e sensível de um irmão espiritual mais equilibrado.

  Faça você mesmo um teste, procure pedir para alguém gravar um vídeo de um momento seu, seja de lazer, seja de trabalho, observe como você passa a se ver diferente, por ângulos antes incapazes de ver sozinho. Note como sua voz soa diferente, como seus gestos podem causar dupla interpretação, como você não tem aquela desenvoltura toda que achava que tinha. Se apenas com esse olhar simples para um vídeo podemos descobrir tanto sobre nós, imaginemos se tivéssemos o tal olhar espiritual, que vê o íntimo, que conhece o ser em sua plenitude.

  Irmãos em Cristo, para que possamos evoluir, é preciso que saiamos de nosso envoltório carnal, que nos projetemos para nossa própria frente tal qual num espelho se olhasse e busquemos nos analisar, nos compreender, afim de um dia sermos capazes de nos conhecer e nos corrigir.

  Por isso, não se julgue melhor do que ninguém, nem pelo tempo que você tem de experiência aqui, porque isso não é nada se comparado com a eternidade da vida espiritual.

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

A Série Psicológica de Joanna de Ângelis - Módulo 4 - Aula 1 - Inconsciente pessoal e coletivo


  Este é o 4º módulo do curso oferecido por Cláudio Sinoti e Iris Sinoti.

  O tema deste módulo é "Rumo ao Inconsciente".

  Esse vídeo está disponível no youtube e este blog está apenas compartilhando-o afim de reunir num só lugar todas as vídeo-aulas, facilitando assim o estudo desta maravilhosa obra.

  O menu contendo todos os vídeos já publicados fica do lado direito do blog, no banner "Estudo online da doutrina Espírita" ou você pode acessá-lo neste link aqui: estudos.


Fonte: TVCEI

domingo, 24 de agosto de 2014

Música Atemporal

  Este vídeo clipe é de uma beleza incomparável. A higienização mental que conseguimos ao apreciá-lo é fantástica e por isso compartilho com vocês aqui no blog Serena Luz.
  Abraços fraternos!


sexta-feira, 22 de agosto de 2014

A Série Psicológica de Joanna de Ângelis - Módulo 3 - Aula 3 - A persona e a libertação do ego


  Seguimos com a 3ª aula do 3º módulo do curso oferecido por Cláudio Sinoti e Iris Sinoti.

  O tema deste módulo é "Libertação do Ego".

  Esse vídeo está disponível no youtube e este blog está apenas compartilhando-o afim de reunir num só lugar todas as vídeo-aulas, facilitando assim o estudo desta maravilhosa obra.

  O menu contendo todos os vídeos já publicados fica do lado direito do blog, no banner "Estudo online da doutrina Espírita" ou você pode acessá-lo neste link aqui: estudos.


Fonte: TVCEI

Ben Dizer


  Para quem gosta de música suave, de bom gosto, agradável aos ouvidos e que toca o coração, eis aqui a minha indicação.

  Conheço o trabalho da Elizabete Lacerda já a um bom tempo como cantora espírita e tenho todos os cds dela. São músicas ótimas para acalmar, refletir e vibrar muita paz e amor. Há diversos vídeos de suas músicas no youtube e dá pra termos uma ótima noção do lindo trabalho que ela faz.

  Não estou fazendo a venda, entendam bem, apenas indicando algo que eu realmente indicaria para mim, ou seja, fazendo algo que eu adoraria que me fizessem.

  Eu mesmo acabei de adquirir o meu cd e ela vai enviar pessoalmente pelos correios, é mais um para a minha coleção que ouço toda semana. O legal é que em todos que já adquiri, vieram até com uma dedicatória, o que mostra o carinho que ela coloca nesse projeto.

  Quem quiser conhecer o trabalho desta amiga e tarefeira do mestre Jesus, basta enviar um e-mail para elizabetelacerda@gmail.com.

  Abraços fraternos!

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Para afastar os maus espíritos.


  Comece o dia com um despertar do sono seguido de uma prece de agradecimento. Somos abençoados diariamente por podermos abrir os olhos e nos encontrarmos de volta ao convívio familiar, a encontrarmos nova oportunidade de fazermos o que não fizemos ontem, ou de fazermos melhor o que não fizemos bem da primeira vez.

  Ao sentar-se na mesa para tomar o café da manhã ou qualquer outra refeição, mentalize Jesus e agradeça pelo alimento ali posto. Muitos alimentos podem trazer vibrações prejudiciais impregnadas neles. Lembremos que animais sofrem no momento do abate, gerando sentimentos como a raiva e o medo, assim como trabalhadores do campo insatisfeitos com o trabalho e o salário vibram energias ruins que se impregnam nestes alimentos.

  Na correria do dia a dia, seja no trabalho, seja na escola, quando puder dê uma fugidinha, vá a um local reservado, pode até ser o banheiro, faça uma oração. Há sempre pessoas do nosso convívio social que surgem em desequilíbrio e acabam por afetarem o nosso campo vibratório.

  Quando conversar com alguém, procure falar calmo e baixo, num tom que o próximo possa compreender e não se sinta ofendido. O bom exemplo da educação é ferramenta de equilíbrio e harmonização, mostrando aos espíritos ignorantes que podemos agir no caminho do bem como pessoas civilizadas.

  Na hora da discussão, se não lhe for possível auxiliar, o melhor é se calar, ouvir com atenção e entender que naquele momento, aquela pessoa sente a necessidade de desabafar. Você não foi escolhido para ouvi-la por acaso. Ou você tem realmente culpa pela revolta dela, ou você é um dos poucos capazes de lhe dar atenção sem piorar a situação, servindo no último caso como um instrumento da paz e do amor ao ouvir o seu próximo.

  No retorno do lar, mesmo cansado, procura abraçar os que contigo convivem. Pergunta-lhes como foi o dia e deixa para falar do teu somente se eles te perguntarem, colocando-te na posição humilde daquele que mais quer doar do que receber.

  Estabeleça um dia e um horário fixo para a prática do evangelho no lar e convida sempre a todos para participarem. Assim, encarnados e desencarnados irão encontrar nas palavras do mestre Jesus o bálsamo para o alívio das dores e sofrimentos.

  O exercício do pensamento elevado, das atitudes cristãs e da oração de agradecimento é forte camada de luz protetora contra as más intuições e contra os inimigos do bem.

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

A Série Psicológica de Joanna de Ângelis - Módulo 3 - Aula 2 : O ego


  Seguimos com a 2ª aula do 3º módulo do curso oferecido por Cláudio Sinoti e Iris Sinoti.

  O tema deste módulo é "Libertação do Ego".

  Esse vídeo está disponível no youtube e este blog está apenas compartilhando-o afim de reunir num só lugar todas as vídeo-aulas, facilitando assim o estudo desta maravilhosa obra.

  O menu contendo todos os vídeos já publicados fica do lado direito do blog, no banner "Estudo online da doutrina Espírita" ou você pode acessá-lo neste link aqui: estudos.


Fonte: TVCEI

terça-feira, 19 de agosto de 2014

O véu do orgulho.


  O homem orgulhoso apresenta em si constante inclinação no julgamento das falhas e imperfeições de seu próximo, mas quanto a si mesmo, nada vê de errado.

  Pobre daquele que assim age, pois não viemos neste mundo para julgar ninguém que não seja a nós mesmos. Viemos corrigir nossas próprias imperfeições, não a dos outros.

  Para conseguir se avaliar, ele precisaria olhar em um espelho, transpor sua imagem a sua frente, imaginar que aquele para quem olha é outra pessoa e então sim conseguiria julgar a si mesmo.


  Jesus quando recebeu a prostituta disse a todos que a condenavam do crime de adultério: atire a primeira pedra aquele que nunca errou e assim todos se foram sem atirar uma só pedra a ela. Sendo mais humilde e amoroso ainda, Ele, nosso mestre e irmão Jesus, nos abençoou com mais uma lição linda, a perdoando de seus pecados sem julgá-la e lhe deu nova chance de recomeçar.

  Irmãos, remova a trave que lhes cega os olhos, afaste o véu do orgulho que lhes inclina a não perdoar as falhas do seu irmão imperfeito, e avalie a si mesmo, coloque sua pessoa no lugar dele durante o erro e analise, será que eu nunca fiz isso ou será que nessa situação eu teria condições de não errar? Será que sou tão puro a ponto de poder julgá-lo?

  Se lhe for difícil trabalhar o orgulho, mude o ponto de vista e trabalhe a humildade. Sendo a humildade o sentimento diretamente oposto ao orgulho, cada ação humilde de coração que realizamos é uma forma de reduzirmos o orgulho ao pó. Sorria mais quando alguém quer lhe agradar, mesmo quando você não se sentir agradado por isso, ouça mais do que fale quando alguém precisa desabafar, doe mais do que peça para si próprio, se contentando com o pouco que tem mas compreendendo ser o necessário.

Antes de julgar devemos AJUDAR e PERDOAR, pois ai estaremos compreendendo melhor a situação que o próximo enfrenta e talvez, quem sabe talvez, consigamos julgar de forma benéfica afim de analisar a situação e buscar um caminho que remedie o mal, transformando trevas em luz.

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

A Série Psicológica de Joanna de Ângelis - Módulo 3 - Aula 1 - Estruturação do Ego


  Iniciamos o 3º módulo com a 1ª aula do curso oferecido por Cláudio Sinoti e Iris Sinoti.

  O tema deste módulo é "Libertação do Ego".

  Esse vídeo está disponível no youtube e este blog está apenas compartilhando-o afim de reunir num só lugar todas as vídeo-aulas, facilitando assim o estudo desta maravilhosa obra.

  O menu contendo todos os vídeos já publicados fica do lado direito do blog, no banner "Estudo online da doutrina Espírita" ou você pode acessá-lo neste link aqui: estudos.


Fonte: TVCEI

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

A Série Psicológica de Joanna de Ângelis - Módulo 2 - Aula 3 - Os Níveis de Consciência


  Seguimos com a terceira aula do segundo módulo do curso oferecido por Cláudio Sinoti e Iris Sinoti.

  O tema deste módulo é "A Consciência".

  Esse vídeo está disponível no youtube e este blog está apenas compartilhando-o afim de reunir num só lugar todas as vídeo-aulas, facilitando assim o estudo desta maravilhosa obra.

  O menu contendo todos os vídeos já publicados fica do lado direito do blog, no banner "Estudo online da doutrina Espírita" ou você pode acessá-lo neste link aqui: estudos.


Fonte: TVCEI

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Aprendi...


  Um dia desses, enquanto aguardava a vez na sala de espera, percebi, solta entre as revistas, uma folha de papel.
  A curiosidade fez com que a tomasse para ler o que estava escrito. Era uma bela mensagem que alguém havia escrito.
  O título era interessante e curioso: aprendi...
  Dizia o mais ou menos o seguinte:
  Aprendi que eu não posso exigir o amor de ninguém, posso apenas dar boas razões para que gostem de mim e ter paciência, para que a vida faça o resto.
  Aprendi que não importa o quanto certas coisas sejam importantes para mim, tem gente que não dá a mínima e eu jamais conseguirei convencê-las.
  Aprendi que posso passar anos construindo uma verdade e destruí-la em apenas alguns segundos.
  Que posso usar meu charme por apenas 15 minutos, depois disso, preciso saber do que estou falando.
  Eu aprendi... Que posso fazer algo em um minuto e ter que responder por isso o resto da vida.
  Que por mais que se corte um pão em fatias, esse pão continua tendo duas faces, e o mesmo vale para tudo o que cortamos em nosso caminho.
  Aprendi... Que vai demorar muito para me transformar na pessoa que quero ser, e devo ter paciência.
  Mas, aprendi também, que posso ir além dos limites que eu próprio coloquei.
  Aprendi que preciso escolher entre controlar meus pensamentos ou ser controlado por eles.
  Que os heróis são pessoas que fazem o que acham que devem fazer naquele momento, independentemente do medo que sentem.
  Aprendi que perdoar exige muita prática.
  Que há muita gente que gosta de mim, mas não consegue expressar isso.
  Aprendi... Que nos momentos mais difíceis a ajuda veio justamente daquela pessoa que eu achava que iria tentar piorar as coisas.
  Aprendi que posso ficar furioso, tenho direito de me irritar, mas não tenho o direito de ser cruel.
  Que jamais posso dizer a uma criança que seus sonhos são impossíveis, pois seria uma tragédia para o mundo se eu conseguisse convencê-la disso.
  Eu aprendi que meu melhor amigo vai me machucar de vez em quando, que eu tenho que me acostumar com isso.
  Que não é o bastante ser perdoado pelos outros, eu preciso me perdoar primeiro.
  Aprendi que, não importa o quanto meu coração esteja sofrendo, o mundo não vai parar por causa disso.
  Eu aprendi... Que as circunstâncias de minha infância são responsáveis pelo que eu sou, mas não pelas escolhas que eu faço quando adulto.
  Aprendi que numa briga eu preciso escolher de que lado estou, mesmo quando não quero me envolver.
  Que, quando duas pessoas discutem, não significa que elas se odeiem; e quando duas pessoas não discutem não significa que elas se amem.
  Aprendi que por mais que eu queira proteger os meus filhos, eles vão se machucar e eu também. Isso faz parte da vida.
  Aprendi que a minha existência pode mudar para sempre, em poucas horas, por causa de gente que eu nunca vi antes.
  Aprendi também que diplomas na parede não me fazem mais respeitável ou mais sábio.
  Aprendi que as palavras de amor perdem o sentido, quando usadas sem critério.
  E que amigos não são apenas para guardar no fundo do peito, mas para mostrar que são amigos.
  Aprendi que certas pessoas vão embora da nossa vida de qualquer maneira, mesmo que desejemos retê-las para sempre.
  Aprendi, afinal, que é difícil traçar uma linha entre ser gentil, não ferir as pessoas, e saber lutar pelas coisas em que acredito.
  A mensagem é significativa, e sua autoria é atribuída a William Shakespeare.
  Nós poderíamos simplesmente ler e guardá-la na memória, mas preferimos dividi-la com você.
  Porque uma coisa nós também aprendemos: o que é bom deve ser divulgado.

Fonte: R.M.E.

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

A Série Psicológica de Joanna de Ângelis - Módulo 2 - Aula 2 - A Conquista da Consciência


  Seguimos com a segunda aula do segundo módulo do curso oferecido por Cláudio Sinoti e Iris Sinoti.

  O tema deste módulo é "A Consciência".

  Esse vídeo está disponível no youtube e este blog está apenas compartilhando-o afim de reunir num só lugar todas as vídeo-aulas, facilitando assim o estudo desta maravilhosa obra.

  O menu contendo todos os vídeos já publicados fica do lado direito do blog, no banner "Estudo online da doutrina Espírita" ou você pode acessá-lo neste link aqui: estudos.


Fonte: TVCEI

terça-feira, 12 de agosto de 2014

Nos momentos graves.


  "Use calma. A vida pode ser um bom estado de luta, mas o estado de guerra nunca uma vida boa."
Do livro Agenda Cristã
Por André Luiz

  Dentre todas as virtudes que conhecemos, é certo que uma delas fica muito aparente nos momentos de maior dificuldade: a calma.

  Como é bom conhecer alguém que tem calma na hora em que estamos mais desesperados. Aquela pessoa parece encantada, sublime, dotada de uma firmeza e uma confiança inabaláveis e consegue nos transmitir essa sensação, pois a calma flui de seu coração para o nosso.

  Saber atingir esse estado de equilíbrio é importante meta a ser posta em nossa reforma íntima. Como diz André Luiz, a vida pode ser um bom estado de luta, pois aprendemos muito nas batalhas do dia a dia, crescemos, evoluimos, mas o estado de guerra nunca será uma vida boa, porque é como viver em meio a perturbação. Afinal, quem é que gosta de estar em conflito 24 horas por dia?

  Os momentos graves são aqueles que nos escapam ao controle, momentos em que poderíamos ter evitado se tivéssemos dado mais atenção à prevenção do problema.

  É exatamente nesses picos de raiva, dor e sofrimento que precisamos exercitar a calma, auxiliar e nos permitir sermos auxiliados. Dizem que um salva-vidas pode precisar nocautear uma pessoa se ela estiver se afogando e em desespero, pois senão ele pode se afogar junto com ela. Não é diferente conosco, pois se nós não estivermos calmos no momento da dificuldade, além de não conseguirmos receber a ajuda necessária, ainda arrastaremos os outros que antes eram calmos, mas que agora passaram a sofrer do mesmo desespero que compartilhamos.

  Ser calmo não é ser passivo e condizente com o mal, mas é manter o controle da situação, o equilíbrio do espírito, a fé acima de qualquer medo e a certeza de que tudo passa e que somos capazes de superar qualquer dificuldade se nossos corações estiverem inclinados ao caminho do bem.

  Pensemos nisso!

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

A Série Psicológica de Joanna de Ângelis - Módulo 2 - Aula 1 - Evolução da Consciência


  Iniciamos o segundo módulo trazendo a primeira aula do curso oferecido por Cláudio Sinoti e Iris Sinoti.

  O tema deste módulo  é "A Consciência".

  Esse vídeo está disponível no youtube e este blog está apenas compartilhando-o afim de reunir num só lugar todas as vídeo-aulas, facilitando assim o estudo desta maravilhosa obra.

  O menu contendo todos os vídeos já publicados fica do lado direito do blog, no banner "Estudo online da doutrina Espírita" ou você pode acessá-lo neste link aqui: estudos.


Fonte: TVCEI

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Quando enfrentamos o desconhecido.


  Toda porta que se abre traz consigo uma passagem para um novo local, as vezes não compreendemos bem e costumamos temer o que é novo e desconhecido, mas se confiarmos na providencia divina, tudo será esclarecido no seu devido tempo.

  Entenda-se por porta uma alusão as oportunidades que recebemos. A passagem para um novo local por sua vez é a mudança de ambiente, atitudes e personagens da nossa história.

  Quando tememos algo tal como o que nos é novo, é porque somos ainda inseguros e incapazes de compreendermos o poder que carregamos dentro de nós. É ai que a fé, força que nos move constantemente para o progresso, entra e nos auxilia a superar esse temor.

  Porém, a medida em que evoluímos, descobriremos que nossa capacidade de superar os desafios, de aprender com os erros, de nos tornarmos melhores a cada dia é uma bênção que o Criador concedeu para o espírito eterno que habita o corpo humano.

  Logo, o que é novo e diferente, complexo a princípio, se fará comum e habitual, simples e necessário. São os estágios da evolução. Sem passarmos pelas mudanças que subitamente surgem na vida, não poderemos aprender e evoluir. Tudo tem um motivo e um propósito, o acaso não existe.

  Se falhamos, logo lamentamos. De que serve lamentar? Apenas atrasa o nosso aprendizado. Pois bem, melhor que lamentar é entender que nos era preciso tentar, também nos fora preciso falhar, para então uma lição de lá tirarmos. Sempre aprendemos com todos os acontecimentos em nossas vidas.

  Portanto, encare o novo e diferente, observe e analise, medite sobre as dúvidas, converse com Deus e peça esclarecimentos para o teu caminho, não te faltará ajuda, mas lembre-se de que todo o esforço e a vontade de melhorar-se deve vir de ti, pois já brilha dentro de teu corpo um radioso espírito de luz que deseja aprender a alçar voos mais altos nas esferas da vida eterna.

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

A Série Psicológica de Joanna de Ângelis - Módulo 1 - Aula 4 - A Estrutura da Psique III


  Seguimos com a quarta aula do primeiro módulo do curso oferecido por Cláudio Sinoti e Iris Sinoti.

  O tema deste módulo é "A estrutura da Psique" e esta é a terceira parte.

  Esse vídeo está disponível no youtube e este blog está apenas compartilhando-o afim de reunir num só lugar todas as vídeo-aulas, facilitando assim o estudo desta maravilhosa obra.

  O menu contendo todos os vídeos já publicados fica do lado direito do blog, no banner "Estudo online da doutrina Espírita" ou você pode acessá-lo neste link aqui: estudos.


Fonte: TVCEI

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

O mal existe?

 
  Certo dia um professor ateu desafiou seus alunos com a seguinte pergunta: "Deus fez tudo o que existe?"
  Um estudante respondeu corajosamente: "Sim, fez!"
  "Deus fez tudo, mesmo?" Insistiu o professor.
  "Sim, professor" respondeu o jovem.
  O professor replicou: "Se Deus fez todas as coisas, então Deus fez o mal, pois o mal existe. E, considerando-se que nossas ações são um reflexo de nós mesmos, e somos a imagem e semelhança de Deus, então Deus é o mal.
  O estudante calou-se diante de tal afirmativa e o professor ficou feliz por haver provado uma vez mais que a fé era um mito.
  Outro estudante levantou sua mão e disse: "Posso lhe fazer uma pergunta, professor?"
  "Sem dúvida", respondeu-lhe o professor.
  O jovem ficou de pé e perguntou: "Professor, o frio existe?"
  "Mas que pergunta é essa? Claro que existe, você por acaso nunca sentiu frio?"
  O rapaz respondeu: "Na verdade, professor, o frio não existe. Eu não sou especialista no assunto, mas, segundo as leis da física, o que consideramos frio é, na realidade, ausência de calor.
  Todo corpo ou objeto pode ser estudado quando tem ou transmite energia, mas é o calor e não o frio que faz com que tal corpo tenha ou transmita energia.
  O zero absoluto é a ausência total e absoluta de calor, todos os corpos ficam inertes, incapazes de reagir, mas o frio não existe.
  Criamos esse termo para descrever como nos sentimos quando nos falta o calor."
  E a escuridão, existe?" Continuou o estudante.
  O professor respondeu: "Mas é claro que sim."
  "Novamente o senhor se engana, a escuridão tampouco existe. A escuridão é, na verdade, a ausência da luz.
  Podemos estudar a luz, mas a escuridão não. O prisma de Newton decompõe a luz branca nas várias cores de que se compõe, com seus diferentes comprimentos de onda.
  A escuridão não. Um simples raio de luz rasga as trevas e ilumina a superfície que a luz toca.
  Como se faz para determinar quão escuro está um determinado local do espaço?
  Apenas com base na quantidade de luz presente nesse local, não é mesmo? Escuridão é um termo que o homem criou para descrever o que acontece quando não há luz presente."
  Finalmente, o jovem estudante perguntou ao professor: "Diga, professor, o mal existe?"
  Ele respondeu: "Claro que existe. Como eu disse no início da aula, vemos roubos, crimes e violência diariamente em todas as partes do mundo, essas coisas são o mal."
  Então o estudante disse: "O mal não existe, professor, ou, pelo menos, não existe por si só. O mal é simplesmente a ausência do bem.
  O mal, como acontece com o frio e o calor, é um termo que o homem criou para descrever essa ausência do bem.
  Assim sendo, Deus não criou o mal.
  Deus criou o amor, a fé, que existem como existe a luz e o calor.
  Já o mal é resultado da falta de Deus nos corações. É como o frio que surge quando não há calor, ou a escuridão que acontece quando não há luz."
  Diante da lógica da argumentação do aluno, o professor se calou, pensativo.
***
  O mal não tem vida própria, é apenas a ausência do bem.
  Onde o bem se faz presente o mal bate em retirada.
  Já o amor é de essência divina, e está presente nos corações de todos os homens, mesmo que em estado latente, esperando a oportunidade de germinar, crescer e florescer.


Fonte: R.M.E.

terça-feira, 5 de agosto de 2014

A Série Psicológica de Joanna de Ângelis - Módulo 1 - Aula 3 - A Estrutura da Psique II


  Seguimos com a terceira aula do primeiro módulo do curso oferecido por Cláudio Sinoti e Iris Sinoti.

  O tema deste módulo é "A estrutura da Psique" e esta é a segunda parte.

  Esse vídeo está disponível no youtube e este blog está apenas compartilhando-o afim de reunir num só lugar todas as vídeo-aulas, facilitando assim o estudo desta maravilhosa obra.

  O menu contendo todos os vídeos já publicados fica do lado direito do blog, no banner "Estudo online da doutrina Espírita" ou você pode acessá-lo neste link aqui: estudos.


Fonte: TVCEI

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Nas conversações.


  "Lembre-se de que o mal não merece comentário algum."
Do livro "Agenda Cristã"
Ditado por André Luiz

  As palavras que utilizamos vêm dos pensamentos que nossa mente produz. Como ainda somos tão falhos, nossos pensamentos nem sempre conseguem se fixar no bem e é ai que materializamos nas palavras diárias, comentários indevidos que enfatizam o mal.

  Se observarmos bem os noticiários, vemos claramente que até nas notícias o mal se sobressai. Choca-nos casos de violência e abandonos. Mas quem é o responsável por isso? Somos nós, nós é que alimentamos esses pensamentos e que o transformamos na conversação do dia.

  Para melhor vivermos, precisamos aprender a dar ênfase à boa conversação, aquela que traz alegria, paz, amor, incentivos e carinho. Sempre compreendendo que deve haver um equilíbrio e devemos evitar o excesso, quem muito fala, pode vir a ferir, mesmo que sem intenção. Seja breve e transmita a boa mensagem de coração, sem precisar bajular.

  Quantas vezes nos sentimos mal ao lado de uma pessoa que só fala de coisas ruins? E quantas vezes nos sentimos bem ao lado de pessoas que falam calmamente e trazem esperança nas palavras?

  Se nos agrada ouvir o bem, então falemos o bem. Perceberás tu que quem fala bem, atrai pessoas que o bem querem ouvir e por conseguinte cria uma roda de amizade de elevada vibração espiritual, afinal, amor gera amor.

  Pensemos nisso com muito carinho antes de conversarmos hoje!

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

A Série Psicológica de Joanna de Ângelis - Módulo 1 - Aula 2 - A Estrutura da Psique I


  Seguimos com a segunda aula do primeiro módulo do curso oferecido por Cláudio Sinoti e Iris Sinoti.

  O tema deste módulo é "A estrutura da Psique" e está divida em 3 partes, sendo a continuação na próxima vídeo-aula

  Esse vídeo está disponível no youtube e este blog está apenas compartilhando-o afim de reunir num só lugar todas as vídeo-aulas, facilitando assim o estudo desta maravilhosa obra.

  O menu contendo todos os vídeos já publicados fica do lado direito do blog, no banner "Estudo online da doutrina Espírita" ou você pode acessá-lo neste link aqui: estudos.


Fonte: TVCEI