terça-feira, 13 de janeiro de 2015

A revolta dificulta o caminhar.


  Se a dor chega a te afligir,
não permita que a revolta se instale,
pois além da dor não regredir,
gastará energia com algo que não vale.

  Concentra teus pensamentos no bem,
confia e espera em silêncio,
não há mal que não seja também,
tal como a limpeza da floresta pelo incêndio.

  O teu corpo já está cansado desta luta,
não acumule ainda mais problemas,
o pensamento que ultrapassa a lua,
atrai companhias e muitas tormentas.

  Há sempre uma lição que podemos retirar,
não importa o quão difícil venha a ser,
o bem existe em todo lugar,
basta você querer realmente ver.

  Quantos males poderíamos evitar,
se tivéssemos prestado mais atenção,
nos passos que viemos a dar,
nas escolhas que fizemos de antemão.

  É verdade que nem sempre nos surge a causa,
isso porque pode não ser nesta encarnação,
o fato é que foi preciso fazer uma pausa,
na caminhada em busca da regeneração.

  Cedo ou tarde a verdade é revelada,
creias tu ou não num Deus de amor,
a justiça a todos nós é aplicada,
de acordo com a lei de ação e reação do Senhor.

  Se houver mérito e você acreditar,
é possível sim que chegue a cura,
peça sempre que se venha a realizar,
a vontade de Deus acima da tua.

  Reaja com boa vontade,
eleve os teus pensamentos,
Deus é todo bondade,
não nos abandona nos sofrimentos.

  Mais fácil fica sem a revolta,
de lutarmos pela nossa recuperação,
a resignação de repente solta,
um sussurro de alívio e superação.

  O homem orgulhoso um dia cede,
quando compreende que há alguém mais forte,
na doença, se ajoelha e pede,
que Deus então lance a sua sorte.

  Em resposta o Pai lhe dirá,
meu filho, que fizestes de tua vida?
Quantas oportunidades mais perderá,
de fazer o bem antes de tua partida?

  O momento de repensar é agora,
e a revolta só te desvia,
observa e não deixa ir embora,
a oportunidade de fazer o bem neste dia.

4 comentários: